Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil conclui inquérito de morte de advogado na Grande BH; veja detalhes

Luiz Flávio Rabelo, de 72 anos, foi encontrado morto por uma funcionária dele em maio deste ano. Ele foi morto a facadas


postado em 26/09/2019 19:12 / atualizado em 26/09/2019 19:20

Advogado foi encontrado morto dentro de casa por uma funcionária(foto: Reprodução/Google Street View)
Advogado foi encontrado morto dentro de casa por uma funcionária (foto: Reprodução/Google Street View)

O advogado Luiz Flávio Rabelo, de 72 anos, assassinado em maio deste ano em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte. Este foi o resultado do inquérito da Polícia  Civil que investigou o caso. Um jovem de 19 anos foi preso por suspeita de participação no crime. Um outro homem, de 23, ainda está sendo procurado.

O assassinato do advogado foi descoberto por uma funcionária, que chegou para trabalhar na casa, localizada  no Bairro Sítios de Recreio Bonanza. Ela chegou no imóvel e estranhou que a janela estava arrombada. Na varanda, vários objetos quebrados foram deixados. A mulher contou que ao se aproximar da porta da cozinha, viu Flávio caído e com sangue em seu corpo.

A mulher pediu por socorro e conseguiu abordar uma viatura da Polícia Militar (PM) que passava pela região. O homem foi ferido, possivelmente, por uma faca. Ele apresentava várias perfurações. Um revólver calibre 38 e uma espingarda 22 de propriedade da vítima foi levada pelos criminosos.

De acordo com a Polícia Civil, um mandado de prisão foi cumprido contra Luciano Israel Félix, conhecido como Murico. Ele é suspeito de participação no crime. Outro homem, identificado como Geovani Araujo Fernandes, o Barrão, de 23, está sendo procurado. Os dois foram indiciados por latrocínioroubo seguido de morte.

Mais detalhes sobre o crime serão repassados nesta sexta-feira pelo chefe da Delegacia Regional de Polícia Civil em Santa Luzia, o delegado César Augusto Monteiro, e pela delegada  Adriana Rosa, responsável pelo inquérito.


Publicidade