Publicidade

Estado de Minas

Religiosos salvam guardas municipais que caíram no Rio das Velhas em Santa Luzia

Um homem e uma mulher precisaram ser hospitalizados. Causas do acidente ainda serão apuradas


postado em 31/07/2019 13:10 / atualizado em 31/07/2019 17:46

Caminhonete ficou completamente submersa no Rio das Velhas(foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
Caminhonete ficou completamente submersa no Rio das Velhas (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)


Dois guardas municipais de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ficaram feridos depois que a viatura deles caiu no Rio das Velhas na manhã desta quarta-feira. As circunstâncias do acidente serão investigadas. A caminhonete estava totalmente submersa e eles foram resgatados por um grupo de religiosos que estava a caminho da cidade. 

O acidente ocorreu na Avenida Beira-Rio, perto de uma ponte. Segundo o secretário Municipal de Segurança da cidade, Islande Batista, o homem e a mulher trabalham na patrulha escolar de Santa Luzia. Assim que souberam do acidente, as autoridades seguiram para o local e acionaram o Corpo de Bombeiros. 

As vítimas foram identificadas como Joaquim Tomaz Moreira e Marlene Nazário. “A guarda municipal foi conduzida ao Hospital João XXIII  e o guarda para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Santa Luzia. Parece que o estado da guarda municipal é um pouco mais grave, por isso ela foi levada de helicóptero para o João XXIII”, explicou Batista.

Os guardas municipais foram retirados da água por pessoas que passavam de carro pela avenida. Já na margem, foram atendidas pelos bombeiros(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Os guardas municipais foram retirados da água por pessoas que passavam de carro pela avenida. Já na margem, foram atendidas pelos bombeiros (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


O veículo ficou completamente submerso. Algumas pessoas disseram que a caminhonete Mitsubishi foi fechada por uma motocicleta, mas o secretário de Segurança destaca que os detalhes ainda serão apurados. 

Os dois guardas foram resgatados por ocupantes de um carro que passava pela região. “Um veículo que estava com quatro passageiros veio logo após, esse pessoal é até de uma igreja, desceram, socorreram e trouxeram eles para a margem do rio. Foi um milagre, realmente um acidente grave. Graças a Deus estão vivos, o principal de tudo isso é a integridade física dos guardas”, disse Islande Batista. 

Segundo testemunhas, as pessoas que os retiraram da água são moradoras do Bairro Lagoinha e são membros de uma igreja evangélica que seguiam para Santa Luzia onde realizariam um trabalho para o grupo religioso. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade