Publicidade

Estado de Minas

Reforma na Biblioteca Pública vai liberar acesso a livros especiais

Orçadas em R$ 1,2 milhão, obras vão recuperar telhado danificado pelas chuvas em setembro em área onde está acervo de referência, que só pode ser consultado no local


postado em 25/06/2019 06:00 / atualizado em 25/06/2019 14:35

Operários iniciaram ontem as obras na cobertura do anexo, com expectativa de término em 120 dias. Área está fechada há 10 meses devido a danos provocados pelas chuvas em setembro(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Operários iniciaram ontem as obras na cobertura do anexo, com expectativa de término em 120 dias. Área está fechada há 10 meses devido a danos provocados pelas chuvas em setembro (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Frequentadores da Biblioteca Pública Estadual, na Região Centro-Sul de Minas Gerais, estão há 10 meses sem acesso a uma importante área do imóvel: o Setor de Referência. Ele está localizado no terceiro andar do prédio anexo, Professor Francisco Iglésias, onde há livros e enciclopédias históricas que não podem ser retirados e devem ser consultados apenas no local. Desde setembro, devido a danos causados no teto pela chuva, o pavimento está interditado. Ontem, tiveram início as obras de recuperação, com previsão de término em 120 dias.

A montagem do canteiro de obras foi feita na última semana. Ontem, os operários iniciaram os trabalhos de recuperação no telhado da biblioteca, que tem aproximadamente 1,2 mil metros quadrados. Será feita a remoção de toda a cobertura de amianto e madeira. O material será substituído por uma estrutura de metal galvanizado trapezoidal. Serão instaladas novas calhas, que vão passar por um processo de impermeabilização para impedir que água e outros líquidos atravessem o material. O forro também será totalmente refeito.

A obra está orçada em R$ 1,2 milhão e permitirá a liberação do acesso a obras de filosofia, sociologia, enciclopédias, sendo muitos exemplares históricos. Por isso, não podem sair da biblioteca. Com isso, os usuários estão há 10 meses sem acesso a esse material. Segundo a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, os livros estão embalados e sem risco de serem danificados. No mesmo pavimento, está também a sala de informática, com internet gratuita para os usuários.

Os serviços de recuperação do imóvel, que integra o Circuito Liberdade, serão realizados pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo em parceria com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop). A obra será a primeira da atual gestão.

PROJETO DE NIEMEYER A Biblioteca Pública Estadual foi um dos prédios projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer para a Praça da Liberdade e hoje integra o Circuito Cultural desse espaço nobre de Belo Horizonte. A instituição foi criada em 1954, quando Juscelino Kubitschek (1902-1976) era governador de Minas.

O prédio conta com mais de 570 mil exemplares disponíveis, com obras raras e representativas de autores nacionais e estrangeiros. Tem, ainda, um acervo digitalizado, coleção infantojuvenil, jornais e revistas novos e antigos, audiolivros e acervo em Braille. Além disso, conta com espaço com teatro para 220 pessoas, sala de cursos e galeria de arte. Mais de 100 mil pessoas são associadas à biblioteca, que recebe aproximadamente 300 mil visitantes por ano.  O prédio anexo foi inaugurado em 2000. Ele recebeu os setores de Empréstimo Domiciliar e de Referência e Estudos.

MEMÓRIA
 
Incêndio em 2012
Um incêndio no fim de 2012 provocou estragos no terceiro andar da Biblioteca. As chamas deixaram janelas retorcidas e consumiram documentos guardados em arquivos e cofres no terceiro andar do imóvel (foto). A água usada pelos bombeiros para combater o incêndio no prédio penetrou pela laje do pavimento de baixo e atingiu 300 exemplares do acervo de arte das coleções especiais. Os documentos históricos foram levados às pressas para o Arquivo Público Mineiro para serem recuperados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade