Publicidade

Estado de Minas

Em tratamento no HC, crianças ganham batas dos times do coração

As crianças vestiram uniformes de times de futebol que foram customizados para levar mais cor e alegria ao ambiente hospitalar


postado em 12/06/2019 12:20 / atualizado em 12/06/2019 13:20

Os pais, médicos e enfermeiros se emocionaram(foto: Jair Amaral/EM)
Os pais, médicos e enfermeiros se emocionaram (foto: Jair Amaral/EM)

As crianças, que estão internadas no Hospital das Clínicas, tiveram um dia de craques de futebol. Elas entraram em campo na manhã desta quarta (12), quando se apresentaram com uniformes dos times do coração. As batas brancas foram substituídas por camisas dos times de futebol customizadas. O ambiente foi todo decorado de modo que as crianças tivessem a mesma alegria de quem está nos estádios. Teve direito a narração, feita pela jornalista e funcionária do HC Maria Valdirene Martins, de 49 anos. 

 

O setor de pediatria recebeu painel  com a imagem do público que lota as arquibancadas. E o que não falta para esses jogadores, que disputam uma partida pela vida,  é torcida. Todos estavam ali para fazê-los brilhar: mães, médicos, enfermeiros.  "Fazemos tudo em prol da felicidade dos meninos e meninas", diz a jornalista que se inspirou em narradores famosos para apresentar a turma.  A narração ao estilo de Caixa, do Atlético Mineiro, Alberto Rodrigues, do Cruzeiro, e Ênio Lima, do América.

 

As crianças viveram as emoções de um estádio de futebol, com direito a jogo de futebol e narração(foto: Márcia Maria Cruz/EM)
As crianças viveram as emoções de um estádio de futebol, com direito a jogo de futebol e narração (foto: Márcia Maria Cruz/EM)
As camisas foram doadas ao HC pelo presidente do Instituto Palestra Itália Sérgio Santos Rodrigues, dono de acervo pessoal com camisas oficiais de diversos times adquiridas ao longo do tempo que trabalhou no Cruzeiro. "Pensei em dar para os meus filhos. Mas é bacana demais conseguir distribuir para mais crianças", diz. Ele se inspirou em ação realizada em hospital infantil na Espanha que recebeu camisas do craque Leonel Messi.  

 

A pediatria do Hospital das Clínicas recebe crianças com doenças graves e oncológicas. Muitas delas ficam muitos meses internadas. Alguns casos o internamento passa de um ano. "Somos um hospital de alta complexidade.  São tratamentos duros. Fazemos de tudo para humanizar a passagem deles por aqui. Tornar a passagem menos dura e estressante", afirma a diretora-geral Andrea Maria Silveira.  


Publicidade