Publicidade

Estado de Minas GERAL

MP de Minas entra com ação contra a Vale para reparação de danos de Brumadinho


postado em 02/05/2019 13:17 / atualizado em 02/05/2019 16:29

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ajuizou uma Ação Civil Pública contra a Vale para reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho. Na ação, os promotores pedem "constituição de garantia suficiente à reparação dos danos, no valor mínimo de R$ 50 bilhões, sem prejuízo do valor já acautelado" e também pedem a antecipação de indenização individual de R$ 30 mil para os atingidos.

Nessa lista de ações solicitadas, os promotores dizem ainda que é necessária a manutenção "de capital de giro nunca inferior a 100% do valor a ser utilizado, para os 12 meses subsequentes" para pagar despesas para relacionadas à tragédia.

O MP pede que esses pedidos sejam concedidos urgentemente através de liminar.

A ação pública foi protocolada na 1ª Vara de Brumadinho e é assinada pelos promotores de Justiça Ana Tereza Ribeiro Salles Giacomini (promotora de Justiça Defesa dos Direitos Humanos de Brumadinho), André Sperling (coordenador de Inclusão e Mobilização Sociais) e Claudia Spranger (coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos).

Até o fechamento deste texto, a reportagem não havia obtido um posicionamento da companhia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade