Publicidade

Estado de Minas

Homem morre atropelado no Anel Rodoviário

O acidente aconteceu próximo ao Bairro Alto dos Pinheiros, na Região Noroeste da cidade. O motorista do carro afirmou que não visualizou o pedestre


postado em 28/04/2019 08:01

Carro parou no canteiro central da rodovia depois de bater em uma árvore(foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Carro parou no canteiro central da rodovia depois de bater em uma árvore (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)

Um homem morreu ao ser atropelado por um carro na madrugada deste domingo no Anel Rodoviário de Belo Horizonte. O acidente aconteceu próximo ao Bairro Alto dos Pinheiros, na Região Noroeste da cidade. O motorista do carro afirmou que não visualizou o pedestre. O carro parou no canteiro central entre a via principal e a marginal da rodovia. Ele atingiu uma árvore.

O acidente aconteceu por volta de 1h. O motorista, de 33 anos, afirmou que seguia no sentido Belo Horizonte / Espírito Santo quando, no km 474, foi surpreendido pelo pedestre. O condutor contou que avistou apenas um vulto saindo entre as árvores do canteiro central da rodovia. Ao ouvir um forte barulho, acionou os freios. O veículo passou pela canaleta fluvial no lado direito da pista e, em seguida, bateu na árvore.

O condutor foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a Polícia Militar (PM), não foi possível realizar o teste do bafômetro, pois o homem estava  imobilizado na ambulância. A médica também informou, segundo o boletim de ocorrência, que ele teve perda momentânea de consciência no momento do acidente. A vítima foi encaminhada para um hospital na Região Centro-Sul de BH.

O corpo do pedestre atropelado ficou preso embaixo do carro. Segundo a PM, não teve testemunha para o acidente. A vítima não portava documentos. Durante o atendimento da ocorrência, um morador da região afirmou que o homem seria usuários de drogas e vivia no Bairro Dom Bosco, na Região Noroeste. Porém, disse que não conhece familiares dele.

De acordo com a PM, o acidente aconteceu a 300 metros de uma passarela de pedestres. O corpo do homem foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade