Publicidade

Estado de Minas

Homem perde joias e dinheiro em saidinha de banco no Bairro Floresta

Vítima havia acabado de sair de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) onde resgatou joias arrematadas em leilão. Ele foi surpreendido por dois homens armados, que fugiram e ainda não foram encontrados


postado em 24/04/2019 15:02 / atualizado em 24/04/2019 15:56

Vítima foi surpreendida quando estava em um estacionamento(foto: Reprodução / Google Street View)
Vítima foi surpreendida quando estava em um estacionamento (foto: Reprodução / Google Street View)

O crime da saidinha de banco voltou a ser cometido em Belo Horizonte. Desta vez, no Bairro Floresta, na Região Leste de Belo Horizonte. Um homem foi até uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) para pegar joias que arrematou em um leilão de penhor. Além disso, estava com R$ 1 mil em notas de R$ 50. Quando deixou o local, foi surpreendido em um estacionamento por criminosos armados que levaram a bolsa com as joias de ouro 18 quilates e o dinheiro. Ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 12h. O cliente foi até a agência da Caixa localizada na Avenida do Contorno. Ele contou aos policiais que colocou 57 sacos com as joias, de 550 gramas cada, em uma mochila, onde também estava R$ 1 mil.

Depois de pegar o material, seguiu até um estacionamento próximo, onde estava o carro dele. Quando pagava o valor pela estadia do automóvel, foi surpreendido por dois homens armados. Eles renderam a vítima e pegaram a mochila.

Os criminosos fugiram a pé e subiram em uma mota honda biz. Eles seguiram em alta velocidade e não foram mais vistos. A PM fez buscas na região, mas nenhum dos assaltantes foi encontrado. A ocorrência foi encerrada na 1ª Delegacia do Centro.

Prisão de criminosos


Na última semana, a Polícia Civil prendeu dois homens suspeitos de cometerem a mesma modalidade criminosa em Belo Horizonte. Warney Franca Oliveira, de 27 anos, foi encontrado no Bairro Carlos Prates, na Região Noroeste de BH. O homem agia junto com um comparsa,  Leonardo Henrique Martins Sales, de 31 anos, que já tinha sido preso anteriormente.

Um dos crimes foi cometido no Bairro Cidade Nova. De acordo com as investigações, a dupla abordou um empresário de 42 anos na porta de uma agência bancária. A vítima conseguiu se esquivar e tentou se esconder em uma concessionária, localizada próximo ao banco. Segundo os levantamentos, os suspeitos perseguiram a vítima até o local. "Os investigados agrediram e ameaçaram com um revólver. Eles conseguiram levar parte do dinheiro que o empresário havia retirado", afirma o delegado responsável pelas investigações, Davi Gomes.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos agiam, também, na Região Leste de Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade