Publicidade

Estado de Minas

Mais uma vítima de Brumadinho é identificada; mortos vão a 232

O último corpo identificado é de Milton Xisto de Jesus, que aparecia na lista de desaparecidos da Defesa Civil como terceirizado da Vale ou membro da comunidade atingida. Desaparecidos ainda são 40


postado em 23/04/2019 11:21 / atualizado em 23/04/2019 11:30

Trabalho dos bombeiros segue ininterrupto há 89 dias nas áreas inundadas pela lama da Vale(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS - 05/04/2019)
Trabalho dos bombeiros segue ininterrupto há 89 dias nas áreas inundadas pela lama da Vale (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS - 05/04/2019)
Mais uma vítima da tragédia de Brumadinho foi identificada pel Instituto Médico Legal (IML) da Polícia Civil, aumentando o número de óbitos para 232 em decorrência da avalanche de lama da Vale. Segundo a Defesa Civil estadual, 40 pessoas seguem desaparecidas sob os rejeitos da mineradora.

De acordo com as listas disponibilizadas pela Polícia Civil o novo nome que não constava na relação de 17 de abril, data da última atualização, é Milton Xisto de Jesus. Segundo a Defesa Civil, ele aparece como trabalhador terceirizado ou membro das comunidades atingidas.

Na quinta-feira a tragédia completa três meses e as buscas seguem comandadas pelo Corpo de Bombeiros. No último domingo uma missa de Páscoa foi celebrada na Igreja de Nossa Senhora das Dores, no Córrego do Feijão, comunidade onde fica a barragem que se rompeu, marcando a reinauguração do templo que serviu de base de operações dos bombeiros entre 25 de janeiro e 20 de fevereiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade