Publicidade

Estado de Minas

Debaixo de chuva, buscas por vítimas continuam em Brumadinho

Sem condições adequadas para usar helicópteros, bombeiros continuam por terra a procura por 182 pessoas desaparecidas


postado em 07/02/2019 08:41 / atualizado em 07/02/2019 09:29

Bombeiros se reuniram ontem para planejar as buscas desta quinta(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros se reuniram ontem para planejar as buscas desta quinta (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

O tempo nublado e chuva fina na manhã desta quinta-feira faz com que a equipe do Corpo de Bombeiros que trabalha nas buscas por mais vítimas da tragédia de Brumadinho, na Grande BH, se desloque em viaturas. Isso porque a falta de visibilidade limita o voo com helicópteros. No 14º dia de trabalhos, os militares ainda procuram por 182 pessoas desaparecidas. 

De acordo com o tenente-coronel Anderson Passos, nesta manhã, 492 bombeiros são divididos em 38 equipes. Ontem, em coletiva de imprensa, a corporação informou que as buscas estavam concentradas em dois pontos: a área do vestiário e estacionamento da Vale. Máquinas pesadas auxiliam fazendo escavações profundas na área. 

Clima em Brumadinho na manhã desta quinta-feira (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Clima em Brumadinho na manhã desta quinta-feira (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Ainda na ocasião, o porta-voz dos bombeiros, tenente Pedro Aihara, garantiu que a possível suspensão definitiva das buscas é boato. “Não haverá término das operações. Pela característica da área e número de corpos, a operação ainda levará muito tempo”, assegurou. 

Até o momento, 150 pessoas morreram. Dessas, 134 foram identificadas pela Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade