Publicidade

Estado de Minas

Vale terá que pagar obra de ponte e fornecer transporte em Brumadinho

Mineradora responsável pela barragem que se rompeu vai fornecer transporte escolar e vans para comunidades atingidas, além de cobrir custo de ponte que começa a ser construída na sexta


postado em 06/02/2019 13:17 / atualizado em 06/02/2019 13:29

Estrada que liga Brumadinho ao Córrego do Feijão, na zona rural do município continua fechada(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Estrada que liga Brumadinho ao Córrego do Feijão, na zona rural do município continua fechada (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


No retorno às aulas nas escolas públicas de Brumadinho, caberá à Vale o transporte de crianças que moram nas áreas atingidas pelo rompimento da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As aulas na rede estadual começam amanhã, e na rede municipal, na segunda-feira.

Em razão da interdição de algumas vias de acesso ao Centro de Brumadinho - especialmente de quem se desloca do bairro Parque da Cachoeira e do Córrego do Feijão -  a alternativa mais rápida  para quem precisa se deslocar é passar por dentro do Complexo de Paraopebas.

"Será ofertado um transporte com deslocamento monitorado por dentro da Mina, com um sistema de segurança feito por pessoas habilitadas", explicou o tenente-coronel Flávio Godinho, chefe da Defesa Civil de Minas Gerais. 

Uma reunião foi agendada para a tarde de hoje entre representantes da Secretaria de Educação de Brumadinho, da Vale e da Defesa Civil para definir a lista de crianças, locais de busca e como será a logística do transporte.

Ponte


A Defesa Civil anunciou ainda a construção, no prazo de três semanas, de uma ponte na Via Alberto Torres, que dá acesso a Brumadinho. O custo será arcado pela Vale e as obras deverão começar até a sexta-feira. 

A ponte será definitiva e terá 50 metros de vão é 8,4 metros de largura, com trânsito nos dois sentidos e passagem para pedestres. 

Enquanto as obras não terminarem, a Vale também disponibilizará vans para o transporte entre o Córrego do Feijão e Brumadinho. Serão 8 horários, entre 8h e 20 horas, a cada duas horas. Às 14h serão disponibilizadas dois veículos.

O trajeto será entre Brumadinho, Córrego do Feijão e Casa Branca nos dois sentidos. "O objetivo é garantir o transporte da comunidade que precisasse deslocar", afirmou o tenente-coronel Godinho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade