Publicidade

Estado de Minas

Assassinato de homem em BH foi 'autorizado' por detento

Cinco homens estão envolvidos no crime, mas apenas um deles foi preso; ele relatou à PM que foi autorizado a matar por um preso


postado em 10/01/2019 10:09 / atualizado em 10/01/2019 10:38

Um homem, não identificado, foi morto na madrugada desta quinta-feira na Rua 34, Bairro Novo Aarão Reis, Região Nordeste de Belo Horizonte. Cinco pessoas participaram do crime e, um deles, que foi preso, disse à Polícia Militar (PM) que foi autorizado a matar por um detento, que seria chefe do tráfico no local. 

Os suspeitos chegaram ao lugar em uma Kombi branca e dispararam contra a vítima, que foi morta com oito tiros – seis na cabeça. De acordo com testemunhas, dois homens desceram do veículo e arrastaram o corpo para dentro do carro. Mais tarde, os criminosos o jogaram em uma ponte próxima ao local. 

A Polícia Militar foi acionada e encontrou a Kombi na Rua 50, perto do lugar onde ocorreu o assassinato. Os agentes ordenaram que o veículo parasse, dois homens desceram do carro e tentaram fugir a pé e o motorista tentou evadir com veículo. Os militares conseguiram abordar dois sujeitos após a perseguição, mas um deles se jogou no córrego e conseguiu escapar. 

O outro relatou à PM que tinha desavenças com a vítima e que teria sido autorizado por um detento, supostamente traficante da região, a matá-lo. A única condição, disse o homem, era que o corpo não ficasse dentro da comunidade. Dentro da Kombi que ele dirigia foram encontrados munição, um revólver .380 e uma mancha de sangue. 

A perícia e uma equipe especializda em homicídios compareceu no local e o homem foi encaminhado para a Central De Flagrantes Da Polícia Civil 1 (Ceflan). Depois da prisão, segundo a polícia, o filho do autor do crime compareceu à delegacia e levou um recado do suposto traficante ao pai: que para não morrer, ele não poderia dizer nada aos agentes. A situação será investigada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade