Publicidade

Estado de Minas

Veja dicas para uma viagem segura no feriado prolongado do réveillon

Feriado do Natal teve 34 mortes e recorde de multas nas rodovias que cortam Minas Gerais. Chuva deve continuar, o que eleva os riscos


postado em 27/12/2018 06:00 / atualizado em 27/12/2018 08:05

Acidente registrado no Anel Rodoviário durante o recesso(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Acidente registrado no Anel Rodoviário durante o recesso (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)


O Natal foi o feriado com maior número de flagrantes de excesso de velocidade na história de feriados nas estradas que cortam Minas Gerais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 9.227 motoristas foram multados por excesso de velocidade e 736 por ultrapassagem proibida nas rodovias sob jurisdição da corporação. Com estradas cheias e a pressa ao voltante, tragédias se repetem nas pistas. Conforme o levantamento da PRF, 11 pessoas morreram nas rodovias federais e outras 250 ficaram feridas em 127 acidentes. A esses dados se somam as outras 23 mortes registradas pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), totalizando 34 óbitos. Os balanços foram divulgados na tarde de ontem.

Nas rodovias administradas pela PRF, as mortes ocorreram na BR-040 (quatro), na BR-381 (três), na BR-116 (dois), na BR-050 e na BR-262. “Os principais causadores dos acidentes são os condutores. A peça principal da engrenagem para a redução dos números é o bom comportamento do motorista. Claro que precisamos de rodovias melhoradas e fiscalização, mas são os motoristas que fazem a diferença”, explicou o inspetor Aristides Júnior, chefe do Núcleo de Comunicação Social da PRF em Minas.

Apesar do alerta, nas rodovias federais o número de mortes foi menor no Natal deste ano, de acordo com a PRF. Em 2017, o feriado caiu em uma segunda-feira e registrou 14 óbitos nas BRs. Em 2018, mesmo com acréscimo de um dia no recesso, o total de mortes recuou em três. “Estamos felizes pela redução no número de mortes em comparação com o ano passado. É um motivo para comemorar, mas também tivemos algumas situações preocupantes. O número de flagrantes de excesso de velocidade foi algo negativo”, disse Aristides Júnior. Segundo ele, foi o maior número da história de multas por excesso de velocidade em um feriado.

“A ultrapassagem é questão de ansiedade, o motorista quer chegar mais rápido ao destino e acaba colocando vidas em risco. Já em relação ao aumento da velocidade, as próprias melhorias das rodovias estão fazendo com que os motoristas abusem. Mas rodovia boa não é pista de corrida”, alertou o inspetor da PRF.

Já a Polícia Militar de Minas Gerais fez 2.648 operações nos 31.274 quilômetros sob sua responsabilidade, de um total de 37.330 quilômetros da malha rodoviária mineira. Foram 33.612 veículos fiscalizados e 342 removidos.

Policiais temem feriado mais tumultuado no ano-novo(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Policiais temem feriado mais tumultuado no ano-novo (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)


Com reforço na fiscalização, é cada vez maior o número de flagrantes da combinação entre álcool e direção. Durante a operação de Natal da PRF, 11 motoristas foram presos ao ser flagrados dirigindo sob influência de bebida alcoólica e 93 pessoas foram autuadas. De acordo com a corporação, foram feitos 4.780 testes do bafômetro nos seis dias de operação. Já segundo o balanço da PMMG, 58 pessoas foram presas nas ações realizadas, a maior parte delas, 23, por embriaguez. 

NOVA OPERAÇÃO
A Operação Ano-Novo da PRF começará à 0h de amanhã e vai até as 23h59 de terça-feira. Com a previsão de continuidade da chuva, a atenção precisa ser redobrada. “No Natal, as pessoas abusaram. Peço que, no ano-novo, os motoristas se comportem de forma melhor”, disse o porta-voz da PRF. A corporação prevê que a volta do recesso, na terça-feira, será mais tumultuada, porque muitas pessoas emendam os dois feriados. Ações educativas também serão realizadas e, em alguns postos, condutores serão convidados pelos agentes a assistir a vídeos que exemplificam comportamentos inadequados no trânsito e suas consequências.

 

 

Confira recomendações da PRF para uma viagem segura

 

 

  •  Planeje sua viagem e faça a revisão do veículo. É fundamental verificar o funcionamento de todos os equipamentos obrigatórios. Verifique também a documentação do veículo e do condutor

  •  Todos os ocupantes do veículo devem portar documento de identificação, inclusive crianças e adolescentes

  •  Respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedeça às placas de sinalização. Quanto maior a velocidade, maiores são os riscos e a gravidade dos acidentes

  • O condutor e todos os passageiros do veículo devem usar o cinto de segurança. Para crianças menores de 7 anos e meio de idade, é necessário o equipamento obrigatório compatível (bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação). Em caso de autuação o condutor será punido e o veículo ficará retido até a regularização da infração. Ultrapasse sempre pela esquerda, somente em locais permitidos e principalmente onde haja todas as condições para a manobra. Antes de iniciar uma ultrapassagem, certifique-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário

  • Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado a intenção de fazê-lo, dê a preferência e aguarde a vez

  • Sinalize toda a manobra com antecedência

  • Redobre a atenção ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura. Ao ser ultrapassado, não acelere, não mude a trajetória do veículo e mantenha distância segura do veículo à frente

  • Mantenha uma distância segura do veículo que vai à frente, a fim de se evitar colisões traseiras (tipo de acidente que mais tem sido registrado em minas) nos casos de freadas bruscas

  • Cuidado com os pedestres, principalmente em perímetros urbanos cortados por rodovias. Redobre a atenção e reduza a velocidade sempre que verificar a presença de pessoas nos acostamentos e às margens das rodovias

  • É importante também sempre levar água, frutas e alimentos não perecíveis no interior do veículo, para situações inesperadas como congestionamentos e interdições de pista. Caso ocorra chuva durante a viagem, acione os limpadores de para-brisa, diminua a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo que segue à frente. Evite estacionar no acostamento, mas, caso tenha que parar, procure um local seguro afastado da pista de rolamento

  • Trafegue sempre com os faróis acesos, mesmo durante o dia. Isso aumenta a visibilidade aos demais condutores e principalmente aos pedestres, além de melhorar a percepção de distância

  • Ocupantes de motocicletas devem sempre usar o capacete. Mantenha distância das laterais traseiras dos veículos, evitando assim o chamado “ponto cego”

  • Antes de mudar de faixa de rolamento observe os retrovisores

  • Motociclistas não devem trafegar próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade