Publicidade

Estado de Minas

Polícia Federal descobre esquema de 'delivery' de drogas em Minas

Polícia apreendeu materiais em local que seria destinado a manipulação e adulteração de cocaína


postado em 18/12/2018 11:08 / atualizado em 18/12/2018 11:12

A Polícia Federal (PF) desencadeou, na manhã desta terça-feira, uma operação contra uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas em Itabirito e região. Estão sendo cumpridos sete mandados judiciais de prisão preventiva e sete de busca e apreensão em Itabirito, Belo Horizonte, Ouro Branco, Barão de Cocais e João Monlevade.
 
Durante as investigações, alguns dos envolvidos foram presos em flagrante portando drogas. “Foram identificados, também, dois laboratórios clandestinos localizados em propriedades rurais. Nesses locais havia grande quantidade de insumos químicos em pó de cor branca – incluindo dipirona, polvilho e bicarbonato de sódio –; vasilhames de éter e acetona; liquidificadores industriais; balança de precisão; embalagens plásticas; fitas adesivas; equipamentos para medição de “ph”; valores em dinheiro; e armas de fogo em situação irregular. O conjunto de materiais encontrado levantou fortes indícios de se tratar de lugares voltados para a manipulação e a adulteração de cocaína”, informou a Polícia Federal. 

Ainda de acordo com a polícia, a maioria dos investigados que estão sendo presos hoje distribuía drogas em um sistema semelhante ao delivery, recebendo pedidos de drogas, combinando a entrega em determinados endereços ou vendendo em ambientes que frequentava. 

Pelos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa, eles podem pegar as penas de 10 a 15 anos de prisão respectivamente. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade