Publicidade

Estado de Minas

Homem é encontrado morto dentro de casa com faca cravada na nuca

O crime aconteceu no Bairro Laranjeiras, em Uberlândia, na Região do Triângulo Mineiro. A motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas


postado em 23/10/2018 14:41 / atualizado em 23/10/2018 14:48

O crime aconteceu em um imóvel localizado na Rua Decolores(foto: Google Street View / Reprodução)
O crime aconteceu em um imóvel localizado na Rua Decolores (foto: Google Street View / Reprodução)

A Polícia Civil vai investigar o assassinato de um homem na madrugada desta terça-feira em Uberlândia, na Região do Triângulo Mineiro. Ele foi encontrado pelo filho caído no chão do quarto com uma faca cravada na nuca. Vizinhos informaram que ouviram gritos vindo da residência. A motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidas.


De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime foi descoberto por volta das 7h. O filho da vítima foi até a casa, localizada no Bairro Laranjeiras, como faz todos os dias para ver o pai. Ao entrar no imóvel, notou que o pai não havia se levantado. Ele notou que a bolsa dele estava jogada em uma do sofá, o que lhe causou estranheza.


Por causa disso, foi até o quarto onde o pai dorme e o encontrou caído no chão do cômodo com uma faca atravessada na nuca. Assustado, o filho dele saiu correndo e pedindo ajuda. Familiares que moram próximo ao local foram até a casa e se depararam com a mesma situação.


A perícia da Polícia Civil constatou que, além da facada na nuca, a vítima levou aproximadamente sete golpes no rosto. Segundo o boletim de ocorrência da PM, uma vizinha contou que escutou gritos vindos da casa por volta das 1h40, mas que cessou rapidamente. Ela contou que não acionou a polícia, pois às vezes ouvia brigas no imóvel ao lado.


Familiares do homem informaram que ele tinha um relacionamento homoafetivo e que foi expulso da casa onde morava. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade