Publicidade

Estado de Minas

Após mais um dia de transtornos durante temporal, BH pode ter mais chuva

Nos últimos dois dias, em quatro horas choveu cerca de 86% do esperado para o mês


postado em 20/10/2018 06:00 / atualizado em 20/10/2018 07:23

Nessa sexta-feira, quedas de árvores foram registradas na cidade(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgacao )
Nessa sexta-feira, quedas de árvores foram registradas na cidade (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgacao )

Belo Horizonte viveu mais um dia de temporal com ventanias, trazendo transtornos para moradores de várias regiões. Houve alagamentos em diferentes pontos da cidade e semáforos ficaram em flash em diversos cruzamentos, o que provocou lentidão. Parte do forroda Feira Shopping no Barro Preto, Região Centro-Sul, desabou. Árvores também caíram. O acumulo de água também fez vários córregos subirem rapidamente, provocando risco de inundação. Segundo a Defesa Civil, em aproximadamente quatro horas choveu cerca de 86% do que era esperado para todo o mês de outubro na cidade. A previsão para este sábado é de chuva isolada na capital mineira. 

Ver galeria . 13 Fotos Corpo de Bombeiros/Divulgação
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação )


Ainda de acordo com o órgão, a regional que mais acumulou chuva nesses dois dias foi a Oeste; ao todo, entre as 11h30 e as 14h30 de quinta-feira e das 15h20 às 16h20 de ontem, choveu 90,2 milímetros (mm). O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê cerca de 104,7mm para todo o mês de outubro, segundo a média histórica. Conforme o meteorologista do ClimaTempo, Ruibran dos Reis, a previsão para este mês era de chuvas fortes. Para ele, o que surpreendeu foi a falta de distribuição da precipitação ao longo do período.


Ruibran credita os fortes temporais dos dois últimos dias à iniciação do fenômeno El Niño na costa do Peru e do Equador, banhados pelo Oceano Pacífico. Conforme o meteorologista, o fenômeno contribuiu para o aquecimento das regiões próximos aos países. “Historicamente, o mês de outubro é o mais quente, mas neste ano esquentou mais do que a média, que é de 28°C”, afirmou o meteorologista.

SUSTO O Corpo de Bombeiros informou sobre um chamado para atendimento na Feira Shopping localizada na Avenida Augusto de Lima, no Barro Preto. De acordo com Flávia de Carvalho, diretora-geral do estabelecimento, três peças do forro, que é de PVC, se soltaram, mas não atingiram ninguém. “Foi apenas um susto. O vento forte fez deslocar as três peças. Houve pânico devido a queda de uma árvore em frente, que provocou o corte de energia”, explicou. Ainda de acordo com ela, ninguém ficou ferido e o centro de compras teve que ser fechado devido a falta de luz. A Defesa Civil revelou que o local teve que ser interditado temporariamente para reparos.


No cruzamento da Rua Mato Grosso esquina com Augusto de Lima, também no Barro Preto, uma árvore caiu e atingiu alguns veículos. Ninguém ficou ferido. Com o deslocamento das placas, o local ficou inundado, segundo o órgão. No Bairro Carlos Prates, na Região Noroeste de BH, houve desabamento parcial de um muro. A ocorrência foi registrada na Rua Professor Mário Casassanta. Não houve informações de feridos.
A Defesa Civil chegou a emitir alertas de inundação. Uma delas foi na Regional Oeste. As águas do Córrego dos Pintos e do Ribeirão Arrudas subiram rapidamente. Com isso, os moradores tiveram que evitar a Avenida Tereza Cristina, nos cruzamentos com a Avenida do Contorno, no Barro Preto, e a Avenida Francisco Sá, no Prado.


Outro ponto que moradores tiveram que ter atenção foi nas proximidades do Córrego do Leitão. O nível subiu rapidamente e provocou o risco de transbordamento. Por isso, os agentes pediram ontem para evitar trafegar na Rua São Paulo, no cruzamento com a Avenida Bias Fortes e com as ruas Alvarenga Peixoto e Bárbara Heliodora.


PREVISÃO A boa notícia é que a chuva vai diminuir no fim de semana. A previsão em BH é de precipitação isolada hoje e céu aberto amanhã. Conforme o Inmet, a área de instabilidade que atingiu a região metropolitana na quinta-feira deve se deslocar para o Norte do estado, causando pancadas de chuva também no Noroeste de Minas, além dos vales do Mucuri, do Rio Doce e Jequitinhonha. Hoje as temperaturas variam de 12°C no Sul do estado e 34°C no Triângulo Mineiro.

*Estagiários sob supervisão da subeditora Regina Werneck

 El Niño

Segundo o ClimaTempo, o El Niño é um fenômeno de interação do oceano com a atmosfera caracterizado por um aquecimento acima do normal das águas do Oceano Pacífico equatorial. A grande evaporação das águas e a umidade provocada na região vão para diferentes partes do globo, sendo que, em alguns lugares a formação do El Niño gera grandes chuvas e, em outros, secas.

» Ações recomendadas

» Em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.
» Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
» Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade