Publicidade

Estado de Minas

PF faz operação contra quadrilha que vendia notas falsas por WhatsApp

Criminosos operavam nas cidades de Belo Horizonte, Vespasiano e Igarapé. Uma mulher foi presa e material foi apreendido


postado em 03/10/2018 12:56 / atualizado em 03/10/2018 13:18

(foto: Polícia Federal/Divulgação)
(foto: Polícia Federal/Divulgação)
A Polícia Federal (PF) realizou nesta quarta-feira a Operação Dinheiro Fácil para combater a comercialização de cédulas falsas em Belo Horizonte e cidades da região metropolitana.

De acordo com informações fornecidas pela corporação, três mandados judiciais de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Vespasiano, Igarapé e na capital. Houve a prisão em flagrante de uma mulher pelos crimes de moeda falsa e de material para falsificação.

As investigações identificaram que a comercialização das cédulas falsificadas era feita por meio de redes sociais e aplicativos de mensagens instantânea. Os criminosos garantiam que as notas eram de ótima qualidade e teriam passado em testes de autenticidade. Após receber depósito dos compradores, os falsários encaminhavam o dinheiro por correio. 

Durante a operação, foram apreendidos simulacros de notas que podem ter servido de matriz para a fabricação das falsificações, além de cédulas falsas de R$ 100 e mídias. As investigações continuarão com a análise das mídias recolhidas, a fim de identificar os autores dos crimes.
 
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Regina Werneck 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade