Publicidade

Estado de Minas

Homem morre após bater carro em árvore no Bairro Grajaú, em BH

A análise inicial indica que o motorista teve um mal súbito. O veículo invadiu uma área que estava isolada devido a queda de galhos, e bateu na árvore


postado em 01/09/2018 08:26 / atualizado em 01/09/2018 10:32

As causas do acidente ainda estão sendo apuradas(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
As causas do acidente ainda estão sendo apuradas (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

Um homem de 52 anos morreu na manhã deste sábado (1º), por volta das 6h40, quando bateu seu veículo modelo Volkswagen Fox contra uma árvore na Rua Garret, no Bairro Grajaú, na Região Oeste de Belo Horizonte. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi solicitado, mas não obteve sucesso no socorro, segundo a Polícia Militar (PM).

O trecho onde aconteceu o acidente estava interditado, pois galhos desta mesma árvore caiu nessa sexta-feira impedindo o tráfego na região. Segundo a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil de Belo Horizonte (SUPDEC), as primeiras informações dão conta que o motorista teria sofrido um mal súbito, invadido a área isolada na Rua Garret, e atingiu a árvore.

Médicos do Samu chegaram a ir ao local, mas o motorista já não tinha sinais vitais. A PM e técnicos da Defesa Civil estão no local para evitar que novos veículos entrem na área isolada e identificar se ainda há risco de queda de mais galhos. A perícia da Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.

Os galhos da mesma árvore caíra na tarde dessa sexta-feira e atingiram um carro de passeio modelo Jeep Renegade branco. O veículo teve a lataria amassada e quebrou os vidros. Um poste da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) também foi danificado com o peso do tronco.

Segundo a Cemig, a energia elétrica foi cortada na região, já que há um fio despedaçado no acidente. A empresa deslocou uma equipe técnica para o local com intuito de restabelecer as condições normais.
Técnicos da Defesa Civil estiveram no local para analisar a situação(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
Técnicos da Defesa Civil estiveram no local para analisar a situação (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade