Publicidade

Estado de Minas

Da euforia à desilusão: torcedores se decepcionam com primeiro tempo; veja vídeos

Apreensiva, torcida assiste ao segundo tempo sem muita confiança. Primeira etapa terminou com vitória belga por 2 a 0


postado em 06/07/2018 15:48 / atualizado em 06/07/2018 16:36

Assim como o sol deu uma trégua, a animação na Praça da Savassi, Região Centro-Sul da capital, também esfriou. Teve quem deixou as grades, bem próximas ao telão, antes do fim do primeiro tempo. Agora, haja abraços e unhas para roer para encarar a volta do jogo em campo.


Ao mesmo tempo, as saídas deram entrada para outros torcedores que aguardavam do lado de fora da grade. Cerca de 2 mil pessoas acompanham o jogo no quarteirão fechado entre a Rua Paraíba e a Avenida Getúlio Vargas. Muita gente também assiste ao embate do lado de fora, já que não é mais permitida a entrada de pessoas no espaço. 


Ver galeria . 8 Fotos Clima esfria na Praça da Savassi após vitória parcial da Bélgica na primeira etapaLeandro Couri/EM/D.A Press
Clima esfria na Praça da Savassi após vitória parcial da Bélgica na primeira etapa (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )

Entre quem preferiu ir para casa, está a senhora Maria Helena Pereira Pedras, de 81 anos, que assistiu a todos os jogos na area reservada. "Estou triste. Nao acho que o Brasil conseguirá ir para frente",  disse, atravessando a pé a Rua Alagoas, rumo à sua casa, no Centro.

A filha Sonia Pedras, de 54, que ha 28 anos mora na Suíça - seleçao ja eliminada da Copa. " Estávamos muito entusiasmadas,viemos ä Savassi para todos os jogos. Mas ainda tenho esperança de uma reaçao no segundo tempo."

 

Tristeza de uns, alegria de outros


Por outro lado, no Bar Albanos, na Rua Rio de Janeiro, belgas festejam o triunfo parcial. Torcedores comemoram a boa exibição daquela que é considerada a melhor geração de futebolistas da história do país europeu.

A belga Audrey Saenen, de 27 anos, saiu da Savassi para se juntar à comunidade belga que mora em BH em um bar no Bairro Lourdes. De blusa vermelha e com a blusa do Brasil pendurada no pescoço, ela nao esconde a alegria, mesmo torcendo para os dois times. "Fico triste de ver a decepção das pessoas, mas, ao mesmo tempo, é um orgulho. As pessoas estavam falando em 3 a 0 para o Brasil antes do jogo e a Belgica esta ganhando", analisou.


Os gols foram marcados por Fernandinho (contra), aos 13 minutos, e pelo meio-campista Kevin De Bruyne, aos 31. Já o mineiro Eduardo Oliveira conta que morou na Bélgica e, por isso, está torcendo por eles no jogo contra o Brasil. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade