Publicidade

Estado de Minas

Festa italiana atrai milhares de pessoas à Avenida Getúlio Vargas

Público flutuante entre 40 mil e 60 mil pessoas acompanha atrações musicais e gastronômicas do país europeu na 12ª edição do evento que já é considerado o maior da cultura italiana fora da Itália


postado em 01/07/2018 16:59 / atualizado em 01/07/2018 17:18

Festividades que começaram às 11h da manhã vão até às 20h deste domingo e lotaram a Avenida Getúlio Vargas(foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)
Festividades que começaram às 11h da manhã vão até às 20h deste domingo e lotaram a Avenida Getúlio Vargas (foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)
A cultura da Itália invadiu a Avenida Getúlio Vargas, na Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, na tarde deste domingo. Milhares de pessoas ocupam a avenida desde a Praça da Savassi até a Rua Professor Moraes, atraídas pelos sabores do país europeu, pelos vinhos e também pelas atrações musicais típicas italianas. As atrações estarão disponíveis até às 20h.

Segundo a Associação de Cultura Ítalo-Brasileira de Minas Gerais (Acibra/MG), um público flutuante entre 40 mil e 60 mil pessoas acompanha o evento, que traz barracas de restaurantes, exposição de carros antigos, promoções, comércio de produtos típicos, e mais uma série de opções para quem quer curtir o fim de semana em BH com um toque de cultura italiana.

Filho de italiano, o engenheiro Alessandro Del Prete, 49 anos, diz que esteve em todas as 12 edições da festa e aproveita para resgatar as tradições da família, originária do Sul da Itália. "Belo Horizonte tem muito descendente de italiano e eu acho que a população do Sul da Itália é muito parecida com os brasileiros, pois somos muito festivos e receptivos, assim como eles", afirma. Acostumado a levar a família sempre, ele pontua também o clima da festa. "Mesmo aumentando de tamanho, nunca vi uma briga, a festa tem o clima de paz", diz ele.
O engenheiro Alessandro Del Prete conferiu todas as 12 edições da festa italiana em BH(foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)
O engenheiro Alessandro Del Prete conferiu todas as 12 edições da festa italiana em BH (foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)


A advogada Patrícia Barbaro, 30, destaca a organização da festa e acredita que a tendência é o evento precisar de mais espaço nos próximos anos. "É um evento muito bom porque dissemina a cultura italiana. Nessa edição eu estou achando um pouco cheio então talvez no ano que vem seja necessário um lugar ainda maior", diz ela.

Moradora de São Paulo, a atuária Joana Barbabela, 30, levou a pequena Olivia, de apenas três meses, para curtir a festa. "É muito boa essa iniciativa de ocupar as ruas com esse tipo de festa, em São Paulo tem muito isso. Gostei bastante, mas realmente está mais cheio que eu imaginava", diz ela.

A atuária Joana Barbabela visitou a festa com a filha, a pequena Olivia, de 3 meses, e aprovou o clima do evento(foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)
A atuária Joana Barbabela visitou a festa com a filha, a pequena Olivia, de 3 meses, e aprovou o clima do evento (foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)


O presidente da Belotur, Aluizer Malab, esteve na festa e disse que ouviu dos organizadores que a festa italiana praticada em BH é o maior evento desse tipo fora da Itália, o que consolida a celebração na capital mineira. "Eu acho que essa festa estimulou muitas outras em Belo Horizonte. Hoje a gente tem festas de outros países em BH, todas muito boas. O mais gostoso é que mesmo expandindo essa festa é muito família, você consegue transitar, comer e beber a vontade, encontrar pessoas. Então é uma festa que temos que estimular muito e ficar feliz de estar no nosso calendário há vários anos", afirma.
(foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)
(foto: Marcos Vieira/EM/D.A PRESS)

É um dia fantástico para mim. Mesmo na Itália não vi uma coisa assim

Dario Savarese - cônsul da Itália em Belo Horizonte



O vice-presidente da Acibra/MG, Giorgio Collina, confirmou que o evento é considerado a maior festa italiana fora da Itália e destacou que foram seis meses de preparação. "Minas Gerais tem 1,5 milhão de descendetes de italianos e a festa já faz parte do calendário de Belo Horizonte. Este ano estamos sorteando uma passagem para a Itália e 40 vouchers de restaurantes. Os hoteis do entorno estão lotados, temos pessoas de outros estados, e BH está no mapa desse tipo de evento", afirma. Recém chegado à capital mineira, o novo cônsul italiano em Minas, Dario Savarese, disse que ficou impressionado ao ver "Honestamente, eu não imaginava ver tantas pessoas encantadas. Eu estou encantado de ver tantas pessoas aqui. É um dia fantástico para mim. Mesmo na Itália não vi uma coisa assim", completa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade