Publicidade

Estado de Minas

Mulher da à luz com ajuda de policial militar na Pampulha

Policiais foram chamados para fazer a escolta no trecho da Barragem da Pampulha, mas a mulher entrou em trabalho de parto. Ela e o bebê, um menino, foram levados para um hospital


postado em 16/05/2018 09:14 / atualizado em 16/05/2018 10:36


Uma mulher deu à luz um menino com ajuda de um policial do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) na manhã desta quarta-feira em um posto de combustíveis na Avenida Antônio Carlos, perto da Barragem da Pampulha, em Belo Horizonte. Mãe e bebê passam bem. Um vídeo registrado no local mostra a ação dos policiais e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Segundo o cabo Wanderson Luiz Alves, ele e mais dois colegas atendiam uma ocorrência de acidente de trânsito na região quando foram abordados no posto de combustível pelo marido da parturiente, de 26 anos, que pediu ajuda. O objetivo dos policiais era fazer a escolta do carro deles até o hospital, mas a criança já estava nascendo. 

Vídeo pouco depois do nascimento mostra criança nos braços do policial que ajudou no parto(foto: Reprodução da internet)
Vídeo pouco depois do nascimento mostra criança nos braços do policial que ajudou no parto (foto: Reprodução da internet)
Os policiais acionaram o Samu, o Corpo de Bombeiros e ligaram para o 190. O cabo Alves é o que aparece no vídeo auxiliando no parto seguindo o treinamento recebido pelos policiais e orientações da médica do Samu. “Deu tudo certo, graças a Deus. Segundo a mãe, o nome é Miguel. Nasceu bem, chorou logo que nasceu”, disse o militar, ressaltando que é a primeira ocorrência do tipo em sua carreira. 

A família é do Bairro Jardim Leblon, na Região de Venda Nova. A mãe e o bebê foram levados para o Hospital Odilon Behrens, no Bairro São Cristóvão, Região Noroeste de Belo Horizonte. 

Cabo Reinaldo e cabo Alves (dir), que auxiliaram a parturiente na Pampulha(foto: Jair Amaral/EM/DA Press)
Cabo Reinaldo e cabo Alves (dir), que auxiliaram a parturiente na Pampulha (foto: Jair Amaral/EM/DA Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade