Publicidade

Estado de Minas

Criança de 2 anos desaparece em mata de Betim; bombeiros retomam buscas neste sábado

Menino estava com o irmão mais velho para se encontrar com o pai, que recolhia lenha, quando se perdeu. Bombeiros não descartam a hipótese de rapto


postado em 30/03/2018 17:54 / atualizado em 30/03/2018 21:35

Criança foi identificada apenas como Miguel (foto: Divulgação)
Criança foi identificada apenas como Miguel (foto: Divulgação)
O Corpo de Bombeiros vai retomar na manhã deste sábado as buscas pelo menino de 2 anos que desapareceu em uma mata em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira. As buscas mobilizaram equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar (PM) por toda a extensão da mata. 

Segundo os bombeiros, há a hipótese de o menino, identificado apenas como Miguel, ter sido raptado. 

Polícia acionou os bombeiros para auxiliar nas buscas na tarde desta sexta-feira(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Polícia acionou os bombeiros para auxiliar nas buscas na tarde desta sexta-feira (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Ainda conforme a corporação, o local foi isolado pela PM. Os bombeiros também informaram que a polícia continua analisando as imagens das câmeras de circuito interno. 

Bombeiros delimitaram a área onde a criança desapareceu(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros delimitaram a área onde a criança desapareceu (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
O irmão mais velho da criança contou que eles estavam na mata, que fica na Rua Arthur Rabelo, Bairro Parque das Indústrias, para encontrar o pai que estava recolhendo lenha quando o caçula desapareceu. 

O pai começou as buscas imediatamente com a ajuda de um grupo de pessoas que estava em uma parte alta do local fazendo orações. A Polícia Militar chegou primeiro e pediu o apoio dos bombeiros. 

Segundo a corporação, além das buscas a pé, o helicóptero dos bombeiros também fez sobrevoos na área. Neste sábado, os bombeiros também vão contar com a ajuda de cães farejadores.   

Quem tiver alguma informação sobre a criança pode ligar para o 190. 

Grupo de pessoas que fazia orações no local auxiliou o pai da criança na procura, sem sucesso (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Grupo de pessoas que fazia orações no local auxiliou o pai da criança na procura, sem sucesso (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade