Publicidade

Estado de Minas

Fotos: veja como ficou reforma de creche incendiada em Janaúba

Será inaugurada hoje sede que substituirá creche incendiada no ano passado, em tragédia que resultou em 14 mortos, sendo 10 crianças


postado em 17/03/2018 08:00 / atualizado em 17/03/2018 10:24

Ver galeria . 9 Fotos Prefeitura de Janaúba/Divulgação
Prefeitura de Janaúba/Divulgação (foto: )

Menos de seis meses depois do incêndio criminoso na Creche Gente Inocente, que horrorizou o país ao provocar a morte de 14 pessoas, entre elas 10 crianças, será inaugurada hoje, em Janaúba, Norte de Minas, a nova sede da unidade de ensino. Agora denominado Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Heley de Abreu – em homenagem à professora que morreu tentando salvar seus alunos –, a nova creche foi viabilizada por um grupo de empresários do ramo de construção civil de Montes Claros, com o apoio de fabricantes de materiais de construção. Responsável pela agilidade da obra, o grupo de doadores pediu anonimato e o valor investido não foi revelado.

A tragédia de Janaúba ocorreu em 5 de outubro de 2017, provocada pelo vigilante Damião Soares dos Santos, de 50 anos, e matou 10 crianças, duas professoras, uma auxiliar e o autor do crime, além de deixar mais 40 de feridos. Apesar da inauguração, marcada para as 9h, as instalações não entrarão em funcionamento de imediato.

O novo prédio vai ocupar os 360 metros quadrados do terreno da antiga sede, no Bairro Rio Novo. A edificação atende a todas as normas de segurança e prevenção a incêndio, diferentemente da antiga construção, que não tinha alvará, nem equipamentos de proteção e combate ao fogo – nem sequer extintores –, além de conter grades nas janelas, o que dificultou a retirada das crianças durante o incêndio. “O prédio atende a todas as normas de segurança do Ministério da Educação, do Corpo de Bombeiros e de todos órgãos para as unidades de ensino infantil”, afirma o prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes (PSDB). “A construção não tem nada que lembre a antiga creche onde ocorreu a tragédia”, assegura o chefe do Executivo municipal.

“Manifestamos a nossa grande gratidão a esse grupo de empresários, que decidiu contribuir com a sociedade em um momento difícil”, diz o prefeito. Ele argumenta que “como não é da área”, não sabe quanto foi investido no moderno projeto do Cemei. Mas tem uma certeza: se não fosse o apoio da iniciativa privada, haveria muitos obstáculos para construir a obra e dificilmente seria possível concluí-la em rápido espaço de tempo (pouco mais de cinco meses), em função da carência financeira da prefeitura. “O que vale mais nessa questão é o sentimento de solidariedade deste grupo de empresários. Realmente, é uma atitude muita digna a destas pessoas. A questão financeira está em segundo plano diante deste sentimento solidário”, afirma Carlos Isaildon.

Ele lembra que o projeto contou também com o apoio da Fundação Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos). A construção foi acompanhada pelo Ministério Publico Estadual de Minas Gerais (MPMG).

ATENDIMENTO
O prédio terá capacidade para atender a 40 crianças de 0 a cinco anos, menor do que a antiga unidade, que contava com cerca de 70 crianças. A nova creche não entrará em funcionamento de imediato. O prefeito Carlos Isaildon explica que a prorrogação do início das atividades no centro de educação infantil foi uma decisão da municipalidade. “Não vamos impor nada. Primeiro, vamos deixar que as famílias visitem e conheçam o novo prédio, para ver como ele vai funcionar. Queremos que as famílias participem diretamente do processo de transferência das crianças para a nova creche”, argumenta o chefe do executivo, salientando que as famílias também serão convidadas para a solenidade de hoje.

Desde o final de outubro do ano passado que os alunos do Gente Inocente passaram a frequentar as aulas em uma creche improvisada em um prédio no Bairro Veredas, perto do Bairro Rio Novo. O prefeito informou que a unidade improvisada vai continuar funcionando.

Desde que foi apresentada a proposta dos empresários para a construção do prédio, foi anunciado que a nova creche receberia o nome da professora Heley de Abreu, que morreu durante a tragédia, tentando salvar as crianças, e já recebeu outras homenagens em diversas cidades brasileiras, sendo considerada heroína. O prefeito de Janaúba revelou que “por um lapso” o Executivo demorou enviar o projeto de lei à Câmara Municipal e, por isso, a proposta continua no Legislativo Municipal para apreciação dos vereadores.

Cemei Heley de Abreu

Características do novo prédio, batizado , erguido no lugar da Creche Gente Inocente

» Tempo de construção: Cinco meses
» Área construída: 360 metros quadrados
» Estrutura: Quatro salas de aula, berçário, fraldário, sala administrativa, cantina, banheiros adaptados para crianças, sistemas de prevenção a incêndio e de saída rápida, área de lazer
» Quem construiu: Grupo de empresários de Montes Claros, com apoio de fabricantes de materiais de construção e da Fundação Abrinq
» Valor da obra: Não divulgado

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade