Publicidade

Estado de Minas

Trabalhador morre soterrado durante obra em avenida de Betim

Manobras de ressuscitação foram realizadas pelo Corpo de Bombeiros e médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas sem sucesso


postado em 27/02/2018 12:14 / atualizado em 27/02/2018 20:18

A vítima teve uma parada cardiorespiratória(foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação )
A vítima teve uma parada cardiorespiratória (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação )
O deslizamento durante uma obra terminou com um trabalhador morto no início da tarde desta terça-feira. O homem, de 38 anos, acabou soterrado quando realizava os serviços para a transição de  uma passarela na Avenida Edméia Matos Lazzarotti, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Funcionários que trabalhavam no local conseguiram retirar o homem, que estava totalmente soterrado. Quando as viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao local, a vítima já estavam em parada cardiorrespiratória. Foram realizadas manobras de ressuscitação, mas sem sucesso.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros passou a informação que no local eram realizadas obras para a implantação de tubulação de gás, porém ela foi corrigida. Segundo a corporação, trata-se de intervenções para a transição da passarela. Ainda não há informações sobre outras vítimas do acidente. As causas do deslizamento ainda estão sendo investigadas.  

Buraco onde o trabalhador estava no momento do acidente(foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação )
Buraco onde o trabalhador estava no momento do acidente (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação )


Em nota, a Prefeitura de Betim informou que "a obra é fruto de uma contrapartida do Supermercados ABC devido ao impacto gerado no trânsito da região por conta de sua instalação" e que a "responsabilidade técnica pela execução do projeto e da obra é do empreendor". O Executivo ainda comunicou que cabe ao município exigir a documentação correta e que o projeto aprovado seja cumprido. 

De acordo com a prefeitura, em 2017 houve uma paralisação da obra para uma adequação do projeto, que foi retomado neste mês. A obra foi interditada pela Defesa Civil após o acidente até que as causas sejam apuradas. "A Prefeitura Municipal de Betim se solidariza com a família do operário atingido e se compromete a auxiliar em todas as medidas que se fizerem necessárias", disse.

* Sob supervisão da subeditora Jociane Morais

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade