Publicidade

Estado de Minas

Presos fazem motim e reclamam de maus tratos em presídio na Grande BH

Vídeos que circulam em redes sociais mostram a movimentação na noite dessa segunda-feira; SEAP investiga origem das imagens


postado em 06/02/2018 11:06 / atualizado em 06/02/2018 14:02

Detentos queimaram colchões, bateram nas grades e paredes das celas e reclamaram da qualidade dos alimentação e de um possível corte de banhos de sol e de visitas na Penitenciária José Maria Alkmin, em Ribeirão das Neves, durante um motim na noite dessa segunda-feira. 

Em vídeos que são compartilhados nas redes sociais, um detento diz que é “uma covardia com os presos”. O criminoso, que não mostra o rosto, filmou algumas alas da penitenciária sendo incendiadas por detentos. 

A principal reclamação registrada é referente à alimentação. Trata-se, segundo eles, de “comida azeda”.

Um possível corte nos banhos de sol e nas visitas também foi criticado. Em uma ação de revide ao que chamaram de maus tratos, os presos prometem novos motins: “Vão quebrar essa cadeia. Amanhã é oprimissão (sic) no bagulho. Vão jogar lá pra fora e mostrar essa oprimissão (sic) ai na cadeia. Vão zuar o bagulho,” diz o detento que grava as imagens. 

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap/MG) confirmou o motim na unidade. Conforme nota enviada à imprensa, a confusão começou quando três presos que se envolveram em uma briga foram contidos por agentes penitenciários e separados dos demais presidiários. 

“Outros presos interpretaram de forma equivocada a ação dos Agentes Penitenciários e iniciaram um tumulto nas celas, batendo nas grades e ateando fogo em alguns colchões,” diz a nota da Seap, que instaurou um procedimento para apurar qual preso gravou os vídeos. 
 
Sobre a qualidade dos alimentos e um possível corte nos banhos de sol e nas visitas, a secretaria informou que apura as denúncias.
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade