Publicidade

Estado de Minas

BH tem dia mais quente de janeiro nessa sexta-feira

Termômetros registraram 32,2 graus Celsius, superando a marca de 31,9 de quinta-feira. Temperaturas continuarão altas neste final de semana


postado em 20/01/2018 06:00 / atualizado em 20/01/2018 08:06

Moradores lotaram clubes e praças da capital em busca de um alívio para o calor(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Moradores lotaram clubes e praças da capital em busca de um alívio para o calor (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Em Belo Horizonte, os termômetros registraram nessa sexta-feira a temperatura mais alta deste mês, 32,2 graus Celsius, superando a marca de 31,9 de quinta-feira, até então a maior deste começo de ano. A umidade relativa do ar também preocupa, pois está abaixo dos indicadores de alerta. Na Pampulha, o índice atingiu 23% e na Mata do Cercadinho, 24% – ambas menores que o mínimo de 30% considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
Moradores lotaram clubes e praças da capital em busca de um alívio para o calor(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Moradores lotaram clubes e praças da capital em busca de um alívio para o calor (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Na capital, as pessoas se protegeram como puderam do sol e do calor intensos. Na Praça Raul Soares, no Centro de BH, um grupo de crianças se refrescou nas águas da fonte. O calorão esquentou as vendas dos ambulantes João Vitor e Túlio Júnior, que antes das 15h já haviam vendido 48 garrafas de água mineral na região da praça. “Com este calor , temos faturado bem. Quando vendemos no sinal ganhamos mais, porque tem mais saída”, explica João.

Para muitos pedestres no Centro, a preocupação foi tentar encontrar um lugar à sombra para caminhar. Dona Conceição procurou se proteger com uma sombrinha: “Fiz um tratamento de pele e a sombrinha me protege. O calor está insuportável”, comentou. Para amenizar o mormaço dentro de casa, o porteiro Tiago Oliveira optou por passear com o filho, Arthur Oliveira, de 3 anos, pela Praça da Assembleia. “Aproveito as temperaturas altas para mantê-lo em locais abertos, arejados e vestindo roupas mais leves”, comentou Tiago.

As temperaturas continuarão altas no fim de semana, segundo a meteorologista Anete Fernandes, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), mas a partir de hoje pode haver instabilidade, com chegada de nuvens e chuvas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na capital, pode haver pancadas de chuvas à noite, com trovoadas isoladas. No domingo, a previsão é de pancadas isoladas a qualquer hora do dia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade