Publicidade

Estado de Minas

PMs apreendem 19 galos em situação de maus-tratos em rinha em Uberlândia

Denúncia anônima levou policiais ambientais ao assentamento Maná onde funcionaria arena para briga de galos, o que é ilegal


postado em 01/01/2018 21:09

No local foram apreendidos 19 galos, sendo que alguns apresentavam ferimentos(foto: PMMG/Divulgação)
No local foram apreendidos 19 galos, sendo que alguns apresentavam ferimentos (foto: PMMG/Divulgação)
Operação de policiais militares de Meio Ambiente de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, nesta segunda-feira, resultou na apreensão de 19 galos da espécie índio que sofriam maus-tratos. As aves estavam num imóvel no assentamento Maná, Zona Leste da cidade, em espaço que ocorreria rinha de galos.

Militares receberam a denúncia da prática ilegal, foram chegar e constataram a estrutura de arena cercada onde as aves eram colocadas para brigar. Os galos, alguns com lesões, estavam em gaiolas, mal-acondicionados, em ambiente sujo e sem água e comida. Três deles estavam com ferimentos graves na cabeça e pescoço.

Um homem de 33 anos, responsável pelo local foi autuado por crime ambiental, conforeme previsto no artigo 32 da Lei Federal 9605/98. Por se tratar de infração de menor potencial ofensivo, o caso é de competência do Juizado Especial Criminal. Foi então lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência TCO pelos policiais ambientais.

Os animais ficaram apreendidos no local, depositados com o autor, até decisão judicial. As aves serão examinadas por médico veterinário que emitirá laudo sobre as condições de maus-tratos e a multa administrativa pode chegar a R$ 18 mil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade