Publicidade

Estado de Minas

De água a colchões: saiba como ajudar cidades atingidas pela chuva na Zona da Mata

Associação que representa municípios da região está organizando doações. Cruz Vermelha de BH também recebe produtos e Servas disponibilizou conta bancária


postado em 05/12/2017 12:19 / atualizado em 05/12/2017 12:47

Ver galeria . 7 Fotos Rio Casca está sem energia elétrica, telefone e abastecimento de água. Trecho da BR-262 foi interditadoReprodução da internet/WhatsApp
Rio Casca está sem energia elétrica, telefone e abastecimento de água. Trecho da BR-262 foi interditado (foto: Reprodução da internet/WhatsApp )
As cidades atingidas por enchentes e deslizamentos de terra na região da Zona da Mata mineira precisam de ajuda. Alguns locais ficaram sem energia elétrica e fornecimento de água.  Muitos moradores que tiveram imóveis destruídos ou danificados saíram de casa  apenas com a roupa do corpo. Para tentar ajudá-los, entidades do estado procuram arrecadar mantimentos. 

A Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Piranga (AMAPI), da qual fazem parte seis das cidades mais afetadas pelos temporais (Rio Casca, São Pedro dos Ferros, Santa Cruz do Escalvado, Santo Antônio do Grama, Urucânia, e Ponte Nova), está recebendo doações para os moradores. 

As demais cidades ligadas ao grupo, que não foram prejudicadas pelos temporais, estão reunindo os mantimentos em suas sedes e encaminhando par a AMAPI. “De imediato, a informação que temos é que os municípios precisam muito de água potável. Teve município que teve toda a rede de canalização danificada”, explica a assistente administrativa da AMAPI, Flávia Cabral Senna. 

A sede da AMAPI fica em Ponte Nova. Lá, o distrito de Pontal ficou debaixo d'água, mas, segundo Flávia, a Defesa Civil agiu a tempo de evitar um desastre ainda maior. Moradores do povoado também devem receber ajuda. 
Ver galeria . 8 Fotos Em Urucânia, na Zona da Mata, quatro pessoas estão desaparecidas após terem sido arrastadas pela enxurrada na localidade chamada Ponte FundaAscom/ Prefeitura de Urucânia/ Divulgação
Em Urucânia, na Zona da Mata, quatro pessoas estão desaparecidas após terem sido arrastadas pela enxurrada na localidade chamada Ponte Funda (foto: Ascom/ Prefeitura de Urucânia/ Divulgação )

Segundo ela, a entidade está tentando estabelecer um ponto de coleta em Belo Horizonte, mas já adianta que o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), na capital, já está recebendo doações e vai enviá-las à Zona da Mata e outras cidades atingidas em diferentes regiões. 

Além de água potável, as vítimas da chuva na Zona da Mata precisam de alimentos não perecíveis, colchões, roupas de cama, produtos de higiene pessoal e peças de vestuário. Quem quiser ajudar e tiver dúvidas, pode entrar em contato com a AMAPI pelo telefone (31) 3881-3408. A entidade também divulgou os números das prefeituras para quem quiser se apresentar como voluntário. Veja a lista:

  • Ponte Nova (31) 3819-5454
  • Rio Casca (31) 3871-1545/1510
  • Santa Cruz do Escalvado (31) 3883-1153/1152
  • Santo Antônio do Grama (31) 3872-5005
  • São Pedro dos Ferros (33) 3352-1286/1313
  • Urucânia (31) 3876-1300

No boletim de desta terça-feira, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) informou que equipes do Batalhão de Emergências Ambientais (Bemad), do Corpo de Bombeiros, seguiram para a comunidade de Vista Alegre, na zona rural de Rio Casca, com embarcações para levar água e material de ajuda humanitária. 

Não há desabrigados ou desalojados na área urbana. A informação é de que 90% do fornecimento de energia elétrica foi restabelecido, mas a cidade ainda está sem água potável. 

CONTA BANCÁRIA O Servas informou hoje que está ampliando a ajuda a todas as cidades que sofreram danos por conta das chuvas em Minas Gerais. Além do posto de coleta em Belo Horizonte, que recebe alimentos, água mineral, materiais de limpeza e higiene pessoal, foi aberta uma conta bancária para quem quiser fazer doações em dinheiro. Conforme o Servas, o valor será revertido em itens de necessidade básica para as vítimas. Saiba mais: 

Para doar produtos no Servas
Avenida Cristóvão Colombo, número 683, Bairro Funcionários.
Atendimento
De segunda à sexta-feira, de 8h às 19h
No fim de semana, plantão de 10h às 15h.

Doações em espécie
Serviço Voluntário de Assistência Social – SERVAS
 
Caixa Econômica Federal
Banco: 104
Ag: 1667-5
Op: 003
CC: 4031-7
CNPJ: 17.385.840/0001-12

Na Cruz Vermelha, quem quiser contribuir é só deixar as doações na Alameda Ezequiel Dias, 427, Santa Efigênia, Centro-Sul de BH, na área hospitalar da capital. A campanha SOS Chuvas Minas está recolhendo exclusivamente itens de higiene pessoal, materiais de limpeza, colchões, roupas de cama, cobertores e fraldas infantis. Os donativos podem ser entregues de segunda a sexta, das 8h às 18h. Mais informações pelo telefone  (31) 3239-4211.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade