Publicidade

Estado de Minas

Suástica é pichada em estátua que homenageia o primeiro palhaço negro do Brasil

De acordo com Polícia Militar, o crime ocorreu na madrugada deste domingo, em Pará de Minas. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado


postado em 04/09/2017 17:19 / atualizado em 04/09/2017 22:35

(foto: André Oliveira/TV Integração)
(foto: André Oliveira/TV Integração)
A estátua de Benjamin de Oliveira, primeiro palhaço negro do Brasil, foi pichada com a suástica, em Pará de Minas, na Região Centro-Oeste do estado. De acordo com Polícia Militar, o crime ocorreu na madrugada desse domingo. Os militares realizam rastreamento, mas até o momento nenhum suspeito foi identificado.

O símbolo foi pichado no violão e nas costas da escultura, com tinta prata. O rosto da estátua também foi manchado com tinta. A apologia ao nazismo é crime com punição de até cinco anos de prisão. O caso é investigado pela Polícia Civil de Pará de Minas, cidade natal do artista. Em nota, a Secretaria Municipal de Cultura disse que vai estudar formas de remover a pichação da estátua.

A estátua, instalada no Parque Bariri, no Bairro São José, é um patrimônio público do município em homenagem ao artista. Uma das figuras mais importantes do circo, Benjamin que nasceu em 1870, antes da assinatura da Lei Áurea, e é considerado o primeiro palhaço negro do país. 

A ocorrência foi feita e a Polícia Civil investiga o caso que ainda não tem suspeitos.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade