Publicidade

Estado de Minas

Candidato a presidente do Cruzeiro é detido ao dirigir com sinais de embriaguez em BH

O empresário Wagner Antônio Pires de Sá foi flagrado trafegando em zigue-zague no Centro da capital


postado em 02/09/2017 18:40 / atualizado em 02/09/2017 18:58

Wagner em viagem a Londres, na Inglaterra, no início deste ano(foto: Arquivo Pessoal)
Wagner em viagem a Londres, na Inglaterra, no início deste ano (foto: Arquivo Pessoal)

O candidato à presidência do Cruzeiro, Wagner Antônio Pires de Sá, foi detido em flagrante nesse sábado pela Polícia Civil ao dirigir com sinais de embriaguez pelo Centro de Belo Horizonte. Durante operação de rotina para combater furto e roubo de veículos e demais crimes de trânsito, os policiais se depararam com o carro trafegando em zigue-zague pela Rua dos Timbiras. O automóvel BMW de placa PWP-0804 fazia movimentos irregulares pela via, inclusive ameaçando a integridade dos outros motoristas, e acabou chamando a atenção das autoridades.

Ao ser abordado, Wagner apresentou a carteira de habilitação e os documentos do carro e, ao desembarcar, os policiais puderam perceber que ele estava cambaleando e com sinais claros de embriaguez, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ao ser questionado se havia ingerido bebida alcóolica, ele relatou que tomara um copo de cerveja, pela manhã, na Pampulha.

Quando perguntado sobre o motivo de dirigir de forma errada, ele alegou que o automóvel é muito baixo, e por isso qualquer alteração na pista pode danificar os pneus, obrigando-o a realizar pequenas manobras para desviar das inconformidades da pista.

Mas os policiais não se convenceram e repararam os olhos avermelhados do motorista, assim como o andar trôpego, o tom de voz alterado e o hálito etílico. Wagner justificou o vermelho dos olhos dizendo estar acordado desde as cinco da manhã e que caminhara muito tempo no sol. Pelo fato do veículo estar devidamente licenciado, foi liberado para uma conhecida do empresário e economista.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade