Publicidade

Estado de Minas

Prefeito mineiro oferece recompensa por pistas sobre matança de animais

Setenta animais (50 cães e 20 gatos) foram envenenados na cidade de Água Comprida, que possui apenas 2500 habitantes


postado em 03/08/2017 10:59 / atualizado em 03/08/2017 11:13

Prefeitura usou máquinas para recolher animais envenenados(foto: Prefeitura Municipal de Água Comprida/Facebook)
Prefeitura usou máquinas para recolher animais envenenados (foto: Prefeitura Municipal de Água Comprida/Facebook)
O prefeito de Água Comprida, município de 2500 habitantes, localizado no Triângulo Mineiro, Gustavo de Almeida Gonçalves (PSD) está oferecendo R$ 500 de recompensa para quem tiver pistas sobre a matança de animais na cidade. Ontem, 50 cachorros e 20 gatos foram envenenados. Os animais foram encontrados mortos nas ruas da cidade e também dentro de residências particulares. Pedaços de carne de boi e peixe com veneno, provavelmente chumbinho, foram encontrados perto dos animais mortos.

Mês passado, a prefeitura regulamentou, por meio de um projeto aprovado pela Câmara Municipal, um projeto de controle da população dos animais domésticos que prevê cadastramento de todos, inclusive os que possuem donos, castração, vacinação e conscientização dos donos sobre os cuidados com os animais.

De acordo com Gustavo, a cidade tem uma quantidade grande de cães e gatos vagando pelas ruas, por isso a prefeitura resolver elaborar um programa de manejo para garantir a segurança dos moradores e dos próprios animais. Para ele, a matança pode ter a ver com esse projeto.

Investigadores da Polícia Civil de Uberaba estão na cidade tomando depoimentos e colhendo provas para tentar identificar os suspeitos. Mas de acordo com Gustavo, até agora a matança é um “crime perfeito”. “Fomos atrás das imagens das câmeras de segurança da cidade, mas não encontramos nenhuma pista”, relata Gustavo.

Para ele isso pode ser um indício de que o assassino é do município e sabe onde as câmeras estão localizadas. “Quem matou os bichos saiu jogando carne envenenada nas ruas, lotes e dentro das casas. Uma crueldade”, lamenta o prefeito.

Gustavo disse que recompensa será paga com recursos seus, pois a prefeitura não tem autorização para fazer esse tipo de pagamento.

Quem tiver pistas pode ligar para o número (34) 3334.6500. O nome do informante será mantido em sigilo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade