Publicidade

Estado de Minas

Diretor-presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, se afasta do cargo

O diretor de operações, Kleber Terra, também deixa de exercer suas funções temporariamente. Segundo a mineradora, eles vão se dedicar às suas defesas nos inquéritos que apuram rompimento da barragem do Fundão


postado em 20/01/2016 18:21 / atualizado em 20/01/2016 18:55

Vescovi é aguardo no MP para ser ouvido(foto: Juarez Rodrigues D.A.Press)
Vescovi é aguardo no MP para ser ouvido (foto: Juarez Rodrigues D.A.Press)

O diretor–presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, e o diretor de operações, Kleber Terra, foram afastados os cargos nesta quarta-feira. De acordo com a mineradora, o Conselho de Administração aceitou os pedidos dos dois de afastamento temporário de sua funções na companhia. “Após concluídas as primeiras etapas de atendimento emergencial ao acidente, os executivos acreditam que o licenciamento temporário é importante para que possam se dedicar às suas defesas”, informou a empresa. Em 5 de novembro do ano passado, a Barragem do Fundão, pertencente à Samarco, se rompeu em Mariana, na Região Central de Minas, e matou 17 pessoas e duas continuam desaparecidas.

Interinamente, a função de diretor-presidente será assumida pelo atual diretor comercial, Roberto Carvalho. A função de diretor de Operações será exercida interinamente pelo diretor de Projetos e Ecoeficiência, Maury de Souza Junior, que passa a acumular as funções. Vescovi é aguardado para ser ouvido nesta quinta-feira no Minitério Público Estadual.

Roberto Lúcio de Carvalho, de 57 anos, é formado em Metalurgia pela UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto e possui mestrado em Tecnologia Mineral pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais. Ingressou na Samarco em setembro de 1985 como engenheiro de processos, e esteve à frente de funções estratégicas das operações na pelotização na unidade de Ubu, no Espírito Santo. Em agosto de 2000, liderou a implementação da área comercial, tornando-se diretor comercial em dezembro de 2001.


Publicidade