Publicidade

Estado de Minas

Instrutora é presa em Belo Horizonte por registrar biometria ilegal dentro de casa

Com ela foram apreendidos um notebook e um aparelho de biometria, que pertence a uma empresa de cursos especializados em transportes rodoviários


postado em 30/11/2015 16:55 / atualizado em 30/11/2015 15:57

Uma mulher foi presa na manhã desta terça-feira em Belo Horizonte suspeita de registrar biometria ilegal dentro de sua própria casa. De acordo com a Polícia Civil, Solange Flauzina Ferreira Neto, 37 anos, é instrutora e alegou que tem autorização do Detran para ministrar cursos de especialização em várias cidades e que, por este motivo, precisa dos aparelhos para registrar a presença dos alunos. Com ela foram apreendidos um notebook e um aparelho de biometria, que pertence a uma empresa de cursos especializados em transportes rodoviários.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, um candidato estava no local no momento da prisão. Ele afirmou aos investigadores da Coordenação de Operações Policiais que teria vindo de Piracema para Belo Horizonte, apenas para "colocar o dedo" no aparelho de biometria.

A Coordenação de Educação de Trânsito do Detran informou que as autorizações são concedidas apenas para cursos ministrados nos locais onde a instituição credenciada tem endereço de funcionamento ou em cidades com autorização específica. O Detran alerta aos candidatos que cursos ou registros de biometria realizados em residências ou locais não autorizados não serão reconhecidos.


Publicidade