Publicidade

Estado de Minas TRAGÉDIA FAMILIAR

Motorista bêbado bate carro em poste e filho de 12 anos morre no acidente

O pai passou pelo teste do bafômetro e ficou comprovada a embriaguez. A esposa e outros dois filhos adolescentes estão no hospital. Acidente foi na altura do Bairro Califórnia no Anel Rodoviário


postado em 19/01/2014 07:38 / atualizado em 19/01/2014 10:01

Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Detran para autuação(foto: Cristina Horta/EM DA Press)
Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Detran para autuação (foto: Cristina Horta/EM DA Press)
Uma tragédia familiar marcou a noite desse sábado no Anel Rodoviário de Belo Horizonte. O pai bêbado bateu o carro contra um poste e o filho de 12 anos morreu no local do acidente. A esposa e outros dois filhos - um adolescente de 14 anos e outra jovem de 16 -  foram socorridos para o Hospital João XXIII, onde continuam internados. O motorista passou pelo teste do bafômetro no mesmo hospital e ficou comprovada a embriaguez.

De acordo com a Polícia Militar (PM), por volta de 22h50, o Fusca, placa KSW 1092, rodou na pista e derrubou o poste às margens da rodovia. O condutor, Leonardo Lima Ferreira da Silva, 37 anos, disse que outro carro invadiu a contramão e bateu contra ele, provocando a saída de pista. No entanto, os policiais não encontraram outro veículo no trecho da batida, altura do km 11 no Bairro Califórnia, Região Noroeste de Belo Horizonte. Os policiais acreditam que Leonardo tenha perdido o controle da direção sozinho. A Cemig foi acionada para reparar os danos do poste.

Conforme a PM, o motorista apresentou sinais de embriaguez, mas como precisou de atendimento médico não passou pelo bafômetro na rodovia. No hospital, os militares submeteram Leonardo ao exame que apontou 0,49 miligramas de álcool por ar expelido do pulmão, valor considerado crime de trânsito. Na repetição do exame, a taxa foi de 0,41 e confirmou a embriaguez. Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) assim que receber alta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade