Publicidade

Estado de Minas

Montes Claros decreta situação de emergência depois de fim de semana de caos

Acumulado de chuva nas últimas 24 horas é de mais de 100 mm. Ao todo, 210 famílias estão desabrigadas


postado em 21/01/2013 17:06 / atualizado em 21/01/2013 17:16

O prejuízo às famílias afetadas pela chuva na cidade foi calculado em R$ 3 mi(foto: Divulgação/Secom/Prefeitura de Montes Claros)
O prejuízo às famílias afetadas pela chuva na cidade foi calculado em R$ 3 mi (foto: Divulgação/Secom/Prefeitura de Montes Claros)

O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, decretou na manhã desta segunda-feira situação de emergência na cidade. A decisão foi tomada por causa dos estragos provocados pelas chuvas registradas desde a noite de sábado, quando, em um intervalo de apenas 13 horas, a precipitação chegou a 175 mm no município.

Ao todo, 210 famílias estão desabrigadas pelas chuvas, que já atingem um acumulado de 100 mm nas últimas 24 horas. Nesta segunda-feira, muitos moradores ainda tentam limpar a lama, que não poupou nem a sede da Delegacia Regional de Polícia Civil, onde computadores e veículos foram danificados com o alagamento.

No documento em que assina o decreto, Muniz autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a orientação da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC) nas ações de resposta ao desastre. O objetivo é facilitar os trabalhos de assistência à população afetada.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, o prejuízo às famílias foi calculado em R$ 3 milhões, mas a Prefeitura necessitará de pelo menos R$ 100 milhões para realizar obras que acabem definitivamente com os problemas causados pelas inundações em regiões consideradas, atualmente, críticas e de grande risco.

Os bairros que mais sofreram com as inundações foram: Canelas, José Corrêa Machado, JK, Independência, Renascença, Sagrada Família, Santa Rita, Jardim Palmeiras, Monte Carmelo II, Vila Castelo Branco, Vila São Francisco de Assis, Alto da Boa Vista, Raul Lourenço e São Geraldo II.

Montes Claros é a 14ª cidade a decretar emergência em Minas Gerais neste temporada de chuvas, a primeira em 2013. As outras são Senador Firmino, Itanhomi, Bambuí, Paula Cândida, Itaobim, Almenara, Itabirinha, Teófilo Otoni, Malacacheta, Mathias Lobato, Ibirité, Açucena e Recreio.

*Com informações da Prefeitura de Montes Claros

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade