UAI
Publicidade

Estado de Minas

Polícia prende 11 suspeitos de envolvimento com jogos de azar em Santa Luzia

Os presos trabalhavam em 16 imóveis onde funcionava a exploração das máquinas caça-níqueis e jogo do bicho


postado em 06/09/2012 11:19 / atualizado em 06/09/2012 11:32

As máquinas apreendidas foram destruídas e queimadas no pátio da polícia em Santa Luzia(foto: Reprodução Paulo Filgueiras/EM DA Press)
As máquinas apreendidas foram destruídas e queimadas no pátio da polícia em Santa Luzia (foto: Reprodução Paulo Filgueiras/EM DA Press)

A Polícia Civil prendeu 11 pessoas suspeitas de envolvimento com jogos de azar em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Policiais montaram uma operação de combate à exploração das máquinas caça-níqueis e jogo do bicho. Eles descobriram 16 pontos onde ocorria a prática ilegal na cidade. Os investigadores solicitaram mandados de busca, apreensão e prisão e cumpriram as determinações judiciais na quarta-feira.

(foto: Reprodução Paulo Filgueiras/EM DA Press)
(foto: Reprodução Paulo Filgueiras/EM DA Press)
Cerca de 80 policiais foram até esses pontos de jogo e apreenderam 20 máquinas. Onze funcionários desses imóveis foram detidos e encaminhados para a delegacia onde assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Eles devem comparecer ao Juizado Especial Criminal de Santa Luzia para prestar esclarecimentos.

As máquinas apreendidas foram destruídas no pátio da polícia. Segundo o delegado Elias Oscar de Oliveira, cada ponto de jogo movimentava entre R$ 400 e R$ 600 por dia. Os donos desses locais não foram encontrados, mas o delegado suspeita que estejam envolvidos com crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e contrabando das máquinas caça-níqueis. As investigações e buscas por esses proprietários vão continuar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade