Publicidade

Estado de Minas OCUPAÇÃO

Famílias montam novo acampamento em terreno no Barreiro

Grupo do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) montou barracos de lona no terreno de cerca de 35 mil metros quadrados na Vila Santa Rita. Essa nova ocupação leva o nome de Eliana Silva


postado em 21/04/2012 09:12 / atualizado em 21/04/2012 20:25

Com facões em punho e gritos por terra, os manifestantes montaram cerca de 35 barracos de lona.(foto: Maria Tereza Correia/EM/DA Press)
Com facões em punho e gritos por terra, os manifestantes montaram cerca de 35 barracos de lona. (foto: Maria Tereza Correia/EM/DA Press)

Um grupo do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) montou acampamento na Região do Barreiro, na manhã deste sábado. Os manifestantes revindicam acesso a moradia e por isso ocuparam uma área de cerca de 35 mil metros quadrados na Vila Santa Rita, divisa com Vila Pinho.

O terreno fica muito perto do local onde vivem as comunidade Camilo Torres e Irmã Dorothy, onde cerca de 277 famílias vivem há anos e lutam na Justiça para evitar a reintegração de posse.

A alegação do MLB para a ocupação deste sábado é que a área escolhida não cumpre “ função social da terra”. Militares do Batalhão de Eventos da Polícia Militar (PM) acompanharam a ocupação para evitar tumultos, mas informaram que as viaturas deixaram o local porque a manifestação estava pacífica.

Com facões em punho e gritos por terra, os manifestantes montaram cerca de 35 barracos de lona. Oito ônibus lotados de famílias chegaram por volta de 7h30 ao local. Essa nova ocupação leva o nome de Eliana Silva.

Os manifestantes revindicam acesso a moradia e por isso ocuparam uma área de cerca de 35 mil metros quadrados na Vila Santa Rita(foto: Maria Tereza Correia/EM/DA Press)
Os manifestantes revindicam acesso a moradia e por isso ocuparam uma área de cerca de 35 mil metros quadrados na Vila Santa Rita (foto: Maria Tereza Correia/EM/DA Press)


Publicidade