UAI
Publicidade

Estado de Minas

Patrimônio de Minas é ameaçado por chuva em Conselheiro Lafaiete

A Fazenda Paraopeba, que conforme documentos pertenceu a Alvarenga Peixoto, está isolada pela água


postado em 03/01/2012 13:41 / atualizado em 03/01/2012 13:47

A fazenda está isolada pela água às margens da BR-383, em Lafaiete (foto: Humberto Siqueira/Esp EM DA Press)
A fazenda está isolada pela água às margens da BR-383, em Lafaiete (foto: Humberto Siqueira/Esp EM DA Press)

O transbordamento do Rio Paraopeba deixou prejuízos em várias cidades da Região Central de Minas e agora ameaça um patrimônio. Além de estragos em Brumadinho, Jeceaba, Betim, Mário Campos, as águas cercaram a Fazenda Paraopeba, em Conselheiro Lafaiete. O imóvel é patrimônio tombado, mas faz parte de uma lista de bens em péssimas condições de conservação, conforme levantamento do Ministério Público de Minas Gerais divulgado pelo Estado de Minas em julho de 2011.

Segundo inquéritos que incriminaram os inconfidentes (os Autos da Devassa), a fazenda pertenceu a Alvarenga Peixoto. As paredes de pau a pique, telhados e pisos de madeira do casarão colonial, às margens da BR-383, estão em péssimo estado e agora sofrem com a chuva. A primeira parte da casa, em formato retangular, com duas salas e dois quartos, foi construída no século 18 e está fechada por apresentar risco de queda. A segunda parte, o sobrado, datada do século 20, também tem problemas estruturais.

Imagem da Fazenda Paraopeba em julho de 2011(foto: Jackson Romanelli/EM/D.A Press)
Imagem da Fazenda Paraopeba em julho de 2011 (foto: Jackson Romanelli/EM/D.A Press)


(Com Luana Cruz e Valquíria Lopes)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade