Publicidade

Estado de Minas

Câmara de BH rejeita veto ao projeto de municipalização do Anel Rodoviário


postado em 25/02/2011 12:51 / atualizado em 25/02/2011 13:07

Integrantes de uma Comissão Especial da Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovaram na quinta-feira um parecer que rejeita o veto do prefeito Marcio Lacerda (PSB) sobre a proposta de municipalização do Anel Rodoviário.

Lacerda considerou em 12 de janeiro que a proposta era inconstitucional e ilegal já que somente a União poderia delegar ao município a administração do trecho. Além disso, a prefeitura afirmava que o projeto não tinha estimativa de gastos e seu impacto no orçamento municipal. Os vereadores presentes à reunião alegaram que as medidas paliativas adotadas para resolver problemas na via são insuficientes. Eles defenderam a municipalização como forma de acelerar o controle do trânsito e redução dos acidentes.

O veto será encaminhado agora para votação em plenário na Câmara. O prefeito disse que aprovado ou não, o veto não vai corrigir os problemas da via. Ele defende o envio de verbas federais para solucionar o alto índice de acidentes no local. “Não creio que qualquer decisão da Câmara vá gerar polêmica. Penso que a medida certa seria aplicar os investimentos federais e talvez até estaduais para melhorar as condições da via”, diz o prefeito.


Publicidade