Publicidade

Estado de Minas

Boa Esporte sinaliza que não vai ceder à pressão e aguarda Bruno em Varginha

'O Boa mantém a vontade de tê-lo no elenco', disse diretor do time. Goleiro é esperado para fazer exame médico e assinar contrato com o clube


postado em 13/03/2017 09:15 / atualizado em 13/03/2017 11:16

Bruno Fernandes com a camisa do Boa Esporte, de Varginha(foto: Divulgação)
Bruno Fernandes com a camisa do Boa Esporte, de Varginha (foto: Divulgação)
Varginha - A diretoria do Boa Esporte Clube não está disposta a ceder às pressões dos patrocinadores e aguarda a chegada do goleiro Bruno nesta segunda-feira em Varginha, no Sul de Minas, para exames médicos e a assinatura do contrato.  A intenção é apresentá-lo oficialmente amanhã. 

"O Boa mantém a vontade de tê-lo no elenco. Temos, acredito, 90% de chances de apresentá-lo amanhã. Primeiro,  ele precisa ser aprovado no exame de coração e resolver pendência burocrática com o Montes Claros", disse Rildo Moraes,  diretor do time, agora cedo.

Bruno deixou Varginha na noite de sexta, depois de acertar as bases do contrato. Ele está no Rio de Janeiro na casa da esposa, a dentista Ingrid Calheiros. De lá, ele acompanha o desenrolar da pressão de patrocinadores contra sua contratação, devido a enxurrada de críticas de consumidores e população.

Logo mais, às 11h, diretores da holding Góis  & Silva, patrocinador máster do clube, vão se reunir, em São Paulo, para decidir o futuro do contrato. O grupo, especializado em adquirir empresas falidas e recuperá-las, está disposto ao rompimento do contrato, caso o Boa não mude de ideia.

O mesmo pode ocorrer com a Kanxa, a fornecedora de material esportivo. Diretores da empresa vão debater o assunto, nesta segunda-feira, com possibilidade de rompimento do patrocínio. No sábado, a Nutrends Nutrition, do ramo de alimentação e que estampa sua marca no ombro da camisa do time, informou em sua página no Facebook: “A partir de hoje, a empresa não é mais patrocinadora/apoiadora do Boa”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade