Publicidade

Estado de Minas

SEDESTMIDH: sai resultado definitivo da prova objetiva para educador social

O certame oferta 1.884 vagas e ainda tem quatro etapas pela frente


postado em 08/07/2019 10:23 / atualizado em 09/07/2019 11:32

(foto: Divulgação/Prefeitura de Alvinópolis)
(foto: Divulgação/Prefeitura de Alvinópolis)
Nesta segunda-feira (8/7), foi divulgado o resultado definitivo da prova objetiva da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDESTMIDH), para o cargo de educador social. O resultado definitivo dos candidatos que concorreram às vagas destinadas aos portadores de necessidades especiais também foi publicada.

A ordem da convocação está em número de inscrição, nome do candidato em ordem alfabética, nota final na prova objetiva e classificação final. Os candidatos podem conferir as convocações através do Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (8/7), na página 65.

De acordo com a publicação, "o resultado definitivo da prova objetiva dos candidatos aprovados no concurso público para provimento de vagas e para formação de cadastro de reserva do cargo de especialista em assistência social da carreira pública de assistência social do Distrito Federal, na especialidade educador social, fica devidamente homologado nesta data"

Ainda haverá, a partir de julho, avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa e investigação social e curso de formação (serão 114 horas/aula, sob a responsabilidade do Ibrae). O concurso está previsto para ter o resultado final e homologação em 18 de maio de 2020. 
 

Concurso

De acordo com o órgão, ao todo, são 53.748 inscritos, sendo 27.297 candidatos concorrendo aos cargos de nível médio e 26.451 para as vagas de nível superior. São quatro editais ofertando 1.884 vagas para cargos de nível médio e superior. Dessas vagas 314 são para contrato imediato e 1.570 para formação de cadastro reserva. Os aprovados exercerão jornadas de trabalho de 30 horas semanais para receberem remunerações variando entre R$ R$ 2.600 e R$ 3.599,70. 

Os candidatos de nível superior podem optar entre os cargos de especialista em assistência social, nas especialidades de educador social, direito e legislação, pedagogia, psicologia, serviço social, administração, ciências contábeis, comunicação social, economia, estatística e nutrição. Para nível médio serão ofertadas vagas para técnico administrativo, agente social e cuidador social. 


* Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco 


Publicidade