Publicidade

Estado de Minas BARES E RESTAURANTES

Festival Fatura servirá pratos de várias regiões do Brasil

Sábado (5) e domingo (6), evento gastronômico reunirá dezenas de chefs na praça em frente à sede da Filarmônica, em BH. Mariana Rodrigues promete fazer arroz com suã, tradição mineira


postado em 04/10/2019 04:00

Mariana Gontijo promete fazer arroz com suã, tradição do interior mineiro(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press )
Mariana Gontijo promete fazer arroz com suã, tradição do interior mineiro (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press )

A variedade da mesa brasileira inspirou a edição do festival Fartura que será realizada neste fim de semana em Belo Horizonte. Com a proposta de resgatar a história e a origem de pratos de várias regiões do país, o evento oferecerá aulas práticas e delícias das culinárias mineira, alagoana, catarinense, gaúcha, paraense e do Distrito Federal.

Rodrigo Ferraz, idealizador do Fartura, diz que a ideia é destacar a pluralidade da culinária do Brasil. “Nosso objetivo também é ampliar a cultura gastronômica de quem vier nos prestigiar. Ao destacarmos a origem de um prato, mostramos, além do valor natural, o valor que pode ser agregado àquele produto”, diz.

Cerca de 60 chefs e produtores participarão do Fartura. Vão ensinar a fazer pratos, oferecê-los em estandes ou vender ingredientes típicos de várias partes do país.

Mariana Gontijo é chef do Restaurante Roça Grande, em Belo Horizonte. Nascida em Moema, no Centro-Oeste de Minas, promete levar delícias caipiras para o festival. Uma delas é o arroz com suã. Mariana conta que além do sabor e do aroma especiais, esse prato vem da tradição de unir trabalho, celebração e confraternização.

“No interior, quando se abate um porco, as pessoas convidam vizinhos, amigos e família para comer arroz com suã enquanto as partes do animal são limpas e cortadas”, explica.

A chef vê o festival como oportunidade de conhecer tanto novas cozinhas quanto novos colegas. “A princípio, vou a trabalho. Mas sempre dou uma fugidinha para o espaço dos restaurantes. Comi muita coisa boa no ano passado”, conta.

Paulo Anijar vem de Belém do Pará ensinar a fazer pratos típicos de seu estado, além de divulgar as tradições gastronômicas de lá e também compartilhar as preocupações ambientais do Norte do Brasil.

O chef Américo Piacenza vai dar aula prática no Fartura(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
O chef Américo Piacenza vai dar aula prática no Fartura (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


PALADAR

No espaço destinado aos restaurantes, os pratos serão vendidos a R$ 35 em média. Rodrigo Ferraz explica que a escolha coube a cada chef, mas pediu a todos atenção para o paladar diferenciado.

Participarão do festival Thiago Paraíso, do Restaurante Ouriço (DF); Jonatas Moreira, do Akuaba (AL); Leo Magni e Liliana Andriola, do Mandarinier Gastronomia (RS); Talita Viza, da Alento Sorvetes (MG); André de Melo, do Seuburguer (MG); Paulo Anijar, do Santa Chicória (PA); João Lombardi, do Ora-Pro-Nóbis (MG); Mariana Gontijo, do Roça Grande (MG); Luiz Miranda de Resende, do Café com Prosa (MG); e Ronaldo Souza e Raquel Brandão, da Du Pain (MG).

Já o catarinense Willian Vieira (Terroir Gastronomia) e os mineiros Juliano Caldeira (Albanos) e Eliza Fonseca (Bar da Lora) comandarão cozinhas ao vivo, que serão realizadas no espaço Origem ao Prato.

Quem quiser participar de aulas práticas poderá ser aluno dos mineiros Caetano Sobrinho (Caê Restaurante e Bar) e Américo Piacenza (Cantina Piacenza).

FARTURA – COMIDAS DO BRASIL
Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto, em frente à sede da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Sábado (5), das 12h às 22h, e domingo (6), das 12h às 20h. Entrada franca. Ingressos devem ser retirados no site Sympla.

* Estagiário sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria


Publicidade