Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Está chegando a hora...

A batucada dos blocos invadirá os fins de semana de BH até a chegada do carnaval, em março


postado em 11/01/2019 05:06

Baianas Ozadas, que já fez a festa na Feira do Mineirinho, promoverá ensaios no espaço A Fábrica, no Prado(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Baianas Ozadas, que já fez a festa na Feira do Mineirinho, promoverá ensaios no espaço A Fábrica, no Prado (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Janeiro combina com glitter, percussão, catuaba e alegria. Ex-sinônimo de cidade parada, o mês ganhou outro sentido desde que o carnaval renasceu nas ruas de Belo Horizonte. A temporada momesca começa cada vez mais cedo na capital. Aliás, há blocos fazendo shows o ano inteiro.

 

Se a folia oficial vai cair em março, a agenda de festas, ensaios e aulas de percussão e dança já está a toda. O esquenta prepara foliões, além de ajudar a financiar os blocos. Não faltarão opções nos fins de semana, com ingressos que variam de R$ 10 a R$ 20. Na semana passada, o Baianas Ozadas reuniu verdadeira multidão na Feira do Mineirinho, na Pampulha.

 

Os ensaios devem crescer proporcionalmente ao aumento de foliões. A Belotur espera 20% pessoas a mais nas ruas, em relação ao carnaval de 2018. O “bloco de BH” deve reunir cerca de 4,5 milhões de foliões.
Estão cadastrados 590 blocos e 700 cortejos – a maioria deles na Região Centro-sul e em Santa Tereza, bairro da Região Leste. Serão investidos R$ 12,8 milhões na folia, informa a Belotur. Em 2018, foram R$ 9 milhões.

 

Este mês, A Fábrica, Necup, Distrital do Cruzeiro, Serraria Souza Pinto e Mercado Novo são alguns dos espaços que receberão ensaios de blocos.

TRIO Em 19 de janeiro, a festa Sonoriza vai pôr o trio nas ruas. Realizado para arrecadar fundos para seis blocos irmãos, o evento é uma das fontes de financiamento de Então, Brilha!, Juventude Bronzeada, Havayanas Usadas, Garotas Solteiras, Pena de Pavão de Krishna (PPK) e Tchanzinho Zona Norte.

 

Ao longo de 2018, o Então, Brilha! promoveu oficinas de canto e percussão. No carnaval, o bloco apresentará repertório autoral. “Sairemos com músicas próprias e de compositores da cidade”, afirma o maestro-regente e instrumentista Cristiano Di Souza. Integram a bateria batuqueiros da Vila Acaba Mundo, Aglomerado da Serra, Raposos e da ONG Casa do Gentil. A agenda de ensaios ainda não foi divulgada.

 

Idealizador do bloco Funk You, Lucas Novaes conta que os ensaios ocorrerão nos domingos de janeiro e fevereiro, além das terças-feiras de fevereiro. “Com a aproximação do carnaval, eles ficam cada vez mais festivos. Já fizemos ensaios técnicos da bateria. De agora pra frente, passaremos com a banda o repertório do desfile”, afirma.

 

O bloco, que sai na segunda-feira gorda, dedica seu repertório ao funk nacional. Até o momento, a música de mais sucesso é Parado no bailão, do mineiro MC L da Vinte, que foi badalada até por Neymar em suas redes sociais. “Até o carnaval, vamos ter outras promessas de hit do verão”, diz Lucas. O Funk You vai lançar a música Pararabumbum no ensaio de domingo (13), no Colégio Arnaldo, no Bairro Santa Efigênia.

 

Um dos eventos responsáveis pela retomada do carnaval belo-horizontino, a Praia da Estação está marcada para 26 de janeiro. Os “banhistas” que se esbaldarão na praça histórica do Centro são uma espécie de termômetro da festa oficial, marcada para 26 de janeiro.

 

MULHERES À frente do carioca Monobloco, que promove oficinas para batuqueiros em BH desde 2017, o cantor e compositor Pedro Luís conta que o desfile deste ano homenageará as cantoras e compositoras. E elas não são poucas: Clara Nunes, Chiquinha Gonzaga, Elza Soares, Carmen Miranda, Gal, Alcione, Maria Bethânia, Céu, Tulipa Ruiz e Ludmilla, entre outras. De acordo com Pedro, a homenagem é mais que oportuna “neste momento socialmente misógino que estamos vivendo”.
O Monobloco tem ensaio em 20 de janeiro, no Mercado Novo, e prepara o segundo desfile no carnaval da cidade. Em 2017 e 2018, arrastou multidões na Esplanada do Mineirão. “Nosso desfile em Belo Horizonte já é maior do que o do Rio de Janeiro”, conta Pedro.



Hora de soltar o corpo

Aulas de dança ajudam até o mais tímido folião, diz o bailarino e coreógrafo Evandro Passos. “O pessoal busca aprender samba. Também procuram muito a dança afro para soltar o corpo.” A identidade da folia de rua de BH é ligada a tradições afro – vários blocos têm o axé em seu repertório. “BH tem um carnaval de tambores. Na sede do grupo folclórico Aruanda, ensino todos os ritmos genuinamente brasileiros: maracatu, samba, frevo, dança afro”, revela.

 

Evandro garante: os belo-horizontinos deixaram para trás aquele estereótipo do mineiro recatado. “Mudou muito, pois as pessoas começaram a tocar instrumentos nos blocos. Mesmo os instrumentistas querem mexer o corpo.”

OFICINA DE DANÇA
Com Evandro Passos. Informações: (31) 99606-9192

AGENDA

Sexta (11/1)
22h – Baile da Catuaba. A Fábrica,
Av. Tereza Cristina, 295, Prado. Informações: sympla.com.br

Sábado (12/1)
9h às 14h – Baiana Ozadas. A Fábrica, Av. Tereza Cristina, 295, Prado. R$ 10
11h – Ensaio unificado Santa Tereza. Com Asa de Banana e Faraô. Budega Santê, Rua Bocaiuva, 3, Santa Tereza
22h – Festa com Juventude Libertina, Juventude Bronzeada e Alcova Libertina. O Mercado, Av. Olegário Maciel, 742, Centro. R$ 15. Informações: sympla.com.br
23h – Sensualiza Beagá. Com Transa e Alô Abacaxi. Bar Latino, Av. Tereza Cristina, 537, Prado. R$ 10. Informações: (31) 3295-0716

Domingo (13/1)
16h – Sensualize. Com Volta Belchior, Queixinho e Lindo Bloco do Amor. Feira de Tradições Mineiras. Av. Abílio Machado, 3.081, Alípio de Melo.
R$ 10. Vendas encerradas no site Sympla. Informações: (31) 3474-2092
12h – Funk You. Praça João Pessoa, 200, Santa Efigênia. R$ 5 (portaria)

18/1
22h – We Are Carnaval. O Mercado, Av. Olegário Maciel, 742, Centro.
R$ 15. Informações: sympla.com.br

19/1
9h às 14h – Baianas Ozadas.
A Fábrica, Av. Tereza Cristina, 295, Prado. R$ 10
14h às 22h – Festa Sonoriza. Com Então, Brilha!, Juventude Bronzeada, Havayanas Usadas, Garotas Solteiras?, Pena de Pavão de Krishna e Tchanzinho Zona Norte. Serraria Souza Pinto, Av. Assis Chateaubriand, 809, Centro. R$ 25. Informações: sympla.com.br
14h – Deixa de Charme. Com Funk You. Mercado Distrital, Rua Ouro Fino, 452, Cruzeiro. R$ 50. Informações: sympla.com.br
22h – Aniversário do Mercado. Com Bartucada e Chama o Síndico. Av. Olegário Maciel, 742, Centro. R$ 20

20/1

15h às 17h – Funk You. Necup, Av. Nossa Senhora de Fátima, 3.312, Prado
17h – Monobloco. O Mercado, Av. Olegário Maciel, 742, Centro. R$ 20. Informações: sympla.com.br

26/1
9h às 14h – Baiana Ozadas. A Fábrica, Av. Tereza Cristina, 295, Prado. R$ 10
13h – Praia da Estação. Edição #transviva. Praça da Estação, Centro. Entrada franca
22h – Problema seu: Pré-carnaval das Orgulhosas. Com Lavô, Tá Novo, Rafa Mártir e Quel Parreira. Matriz Casa Cultural, Rua Guajajaras, 1.353, Barro Preto. R$ 20. Informações: sympla.com.br
19h – Volta Belchior. Planeta Gol, Rua Conselheiro Rocha, 1.700, Santa Tereza. Entrada franca

27/1
15h às 17h – Funk You. Necup, Av. Nossa Senhora de Fátima, 3.312, Prado. R$ 5.


Publicidade