UAI
Publicidade

Estado de Minas AUDIOVISUAL

'Exibindo nas Quebradas': projeto leva cinema às periferias de BH

Coletivo Coisa de Preto exibirá obras de diretores negros na Barragem Santa Lúcia e nos bairros Glória e Vila Marçola; sessões acontecerão nos dias 9, 10 e 17


06/07/2022 17:23 - atualizado 06/07/2022 18:05

Imagem é um take do filme 'Picolé'. Nela, há um menino negro deitado sobre cadernos e atividades escolares. Ele usa uma camiseta branca e segura um lápis amarelo
"Picolé", do diretor esloveno Jan Vrhovnik, será exibido durante o projeto "Exibindo nas Quebradas" (foto: Jan Vrhovnik/Reprodução)
O coletivo Coisa de Preto dará início a mais uma edição do projeto “Exibindo nas Quebradas - Circulação de Filmes”, realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte e que levará cinema a regiões periféricas da capital mineira. O evento acontece nos dias 9, 10 e 17 de julho, respectivamente, na Barragem Santa Lúcia e nos bairros Glória e Vila Marçola.

Idealizado e produzido pelo coletivo como um desdobramento da Mostra Negritude em Pauta no Audiovisual, o projeto exibirá documentários, curtas e longas de diretoras e diretores negros que abordam diferentes realidades de moradores de comunidades.

O acervo conta com nomes como o cineasta carioca Emílio Domingos, os mineiros Cida Reis, Bia Alvarenga, Erica Lucas, Sandra Sawilza, Thiago Nascimento e Gil Amâncio, e o diretor esloveno Jan Vrhovnik.

Para a organização do projeto, “a mostra surge da necessidade de criar e consolidar na capital um espaço onde cineastas negras e negros, amadores e profissionais possam exibir suas produções e dialogar com os espectadores”.

A boa repercussão do "Exibindo nas Quebradas" incentivou o coletivo a levar a mesma experiência para as periferias, estendendo o diálogo para um público maior e fortalecendo o protagonismo negro em Belo Horizonte.

O Coletivo


O coletivo Coisa de Preto foi criado em 2017 com o intuito de abordar o cinema a partir de uma perspectiva afro-brasileira. Além da realização de projetos e mostras, desenvolve trabalhos autorais, como a web-série “Vendedora de Sonhos”, disponível no YouTube.

No segundo semestre de 2018, realizou a primeira edição da Mostra Negritude em Pauta no Audiovisual no Sesc Palladium, que lotou todas as sessões. O evento teve duração de três dias, exibiu dez curtas produzidos por cineastas negras e negros das cidades de Belo Horizonte, Contagem e Rio de Janeiro e contou com uma roda de conversa com a presença dos realizadores e de convidados.

Programação


9/7 (Sábado), a partir das 19h na Barragem Santa Lúcia
Deixa na régua · Emílio Domingos · Documentário
Enquanto Houver Voz · Cine Beco · Experimental
Óculos · Gil Amâncio · Experimental

10/7 (Domingo)
A Batalha do Passinho · Emílio Domingos · Documentário
Rachocracia · Artur Ranne · Ficção
I’m ok · Sandra Sawilza · Experimental
Mãe · Thiago Nascimento · Experimental

17/7 (Domingo)
Favela é moda · Emílio Domingos · Documentário
Picolé · Jan Vrhovnik · Ficção
Meu presente · Erica Lucas · Experimental
Brasil Intervenção · Bia Alvarenga · Experimental

Serviço


Datas: 09/7 (Barragem Santa Lúcia), 10/7 (Glória) e 17/7 (Vila Marçola)

Locais: Barragem Santa Lúcia (Av. Arthur Bernardes, 1590), Bairro Glória (R. Faustino Cardoso, 81) e Vila Marçola (Rua Dr. Alípio Goulart, 911)

Horário: a partir das 19h

Contatos: Labibe Araújo (31) 99837-1930/ Hérlen Romão (31) 99177-7452
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Thiago Prata


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade