Publicidade

Estado de Minas RECUPERADOS

Veja 10 artistas brasileiros que tiveram COVID e o que eles disseram

Nos seis meses da pandemia do novo coronavírus, relembre como famosos brasileiros que se recuperaram da doença lidaram com a experiência


14/09/2020 04:00

Cauan(foto: Instagram/Reprodução)
Cauan (foto: Instagram/Reprodução)

Nos seis meses da pandemia do novo coronavírus, as artes no Brasil e no mundo lidaram com a perda de diversos nomes importantes, donos de obras relevantes nas mais diversas áreas, que foram vítimas da doença. O número de artistas contaminados que se recuperaram da infecção também é significativo. Nesta página, relembramos como 10 brasileiros famosos que foram infectados e se curaram lidaram com a experiência, por meio de seus relatos nas redes sociais e em outras declarações públicas.

Cauan (@cauancec)

Cauan, de 38 anos, da dupla sertaneja Cleber & Cauan, foi internado em Goiânia, no dia 12 de agosto, com sintomas do vírus e chegou a ter 70% do pulmão comprometido pela doença. Em um vídeo gravado em março e disponível nas redes sociais, o cantor aparece ironizando o risco de contaminação e a gravidade da doença. Nas imagens, numa reunião com amigos, em desacordo com as normas da quarentena, ele bate no peito e repete a frase: "Peita aqui coronavírus, vem ni nóis". Em 26 de agosto, após ter passado diversos dias na UTI, o sertanejo teve alta do hospital e pôde voltar para casa. Em entrevista ao Fantástico (Globo) que foi ao ar no último dia 30, Cauan se disse arrependido de ter menosprezado a doença. “Infelizmente, eu cometi vários erros nessa pandemia. É uma ignorância pela qual eu paguei caro. E quero pedir desculpas mesmo e me retratar. Me retratar como? Pedindo que as pessoas deem a importância que a doença merece.” Os pais e a namorada do sertanejo também foram contaminados com o vírus e estão se recuperando.

Dinho Ouro Preto (@dinhoouropreto)

O vocalista da banda Capital Inicial, de 56, viralizou nas redes sociais depois de uma entrevista que deu ao programa Encontro com a Fátima Bernardes (Globo), em 9 de julho. Nela, ele contou como já venceu coronavírus, gripe suína, dengue, queda e uma infecção generalizada. Entre as sequelas causadas pelo COVID-19, Dinho revelou ter tido problemas nas cordas vocais, de respiração e perda de condicionamento físico. Em um depoimento publicado nas redes sociais, o cantor contou sobre como foi o período em que esteve com a doença. “De todas as coisas que eu já peguei ao longo da minha vida, essa (coronavírus), de longe, foi a pior. Foi a mais forte, foi a mais difícil de vencer. Espero que, de algum modo, possamos extrair algo de positivo disso tudo.”


Preta Gil (@pretagil)

A cantora de 46 anos foi uma das pessoas que se contaminaram com o vírus durante o casamento de Marcella Minelli, irmã da musa fitness Gabriela Pugliesi, celebrado no início de março. Assim que os primeiros sintomas se manifestaram, ela se isolou em um hotel em São Paulo, onde ficou durante as semanas de tratamento. Em 26 de abril, Preta recebeu autorização médica para voltar para casa, ao lado do marido, filhos e neta. “O turbilhão, furacão do coronavírus na vida de qualquer um é muito forte, mesmo que a pessoa não tenha tido sintomas tão severos”, disse Preta em entrevista ao portal UOL, em 31 de março. Ela relatou ter tido fortes dores musculares, de cabeça e ouvido. E fez um alerta sobre a importância das medidas de isolamento social e uso de máscara pela população.

Maitê Proença(foto: Fox Premium/Divulgação)
Maitê Proença (foto: Fox Premium/Divulgação)

Maitê Proença (@eumaiteproenca)

A atriz, de 62, somente tornou público que havia sido infectada depois da recuperação. Ela contou que contraiu o vírus no começo da pandemia, mas decidiu manter o diagnóstico em segredo por temer que o impacto da notícia prejudicasse a gravidez de sua filha. A primeira neta da atriz nasceu em 21 de julho. Durante live realizada em 12 de agosto, Maitê contou detalhes sobre como lidou com a situação. “Pensei: se eu contar para alguém, vai chegar nela. Eu tenho que aguentar firme. Posso morrer sozinha e ninguém vai saber. Foi horrível, porque eu tive manifestações (sintomas do vírus), mas fiquei aqui aguentando, fingindo.”


Diogo Nogueira (@diogonogueira_oficial)

O cantor, de 39, foi diagnosticado com o vírus no final de julho. Em entrevista ao Estado de Minas, no mês passado, quando retomou a agenda de lives interrompida pela doença, ele afirmou: “Quando a notícia chega para as pessoas, parece que você está morrendo. É estranho, mas você olha as notícias e vê só morte. Outro dia vi a história de uma senhora de 100 anos que tinha se recuperado. Isto vai muito do organismo de cada um. Eu fiquei em casa, não tive nada, apenas febre no primeiro dia e, depois, uma sensação de gripe. Mas fiz todos os exames e não tive nada no pulmão”.
Ao Encontro com Fátima Bernardes (Globo), no dia 24 de agosto, ele disse que sofreu desidratação aguda, febre, dor muscular e  passou 21 dias de repouso em casa, ao lado da namorada, enquanto se recuperava da doença. E comemorou o fato de estar com “o pulmão limpinho, limpinho”. 


Fernanda Paes Leme (@fepaesleme)

A atriz, de 37, descobriu que estava com o vírus em 15 de março. Por meio das redes sociais, Fernanda relatou ter tido fortes dores na barriga, tosse e vômito. Sete dias após ter descoberto a doença, ela publicou que já estava se sentindo melhor e contou estar feliz por poder voltar a dançar. No post, aproveitou para “agradecer tb TODOS profissionais que estão fazendo essas lives pra gente!”. “São altos e baixos, tanto físicos quanto emocionais, mas saindo de uma experiência e ao mesmo tempo continuando nela. O isolamento não acaba, nem as dúvidas, a fé, o cuidado e o pensamento positivo. Vamos juntos, mesmo distantes. Obrigada pelo carinho e preocupação”, publicou a atriz, em 26 de março. Ela foi uma das pessoas contaminadas durante o casamento de Marcella Minelli.


Mumuzinho (@mumuzinho)

Em 28 de abril, o sambista, 36 anos, divulgou ter contraido o virus. Ele ficou internado até 26 de março, quando recebeu permissão da equipe médica para ir para casa. Durante uma entrevista ao programa Conversa com Bial (Globo), em 9 de junho, o cantor afirmou que um dos piores aspectos da internação eram as saudades da família e dos amigos. "Fiquei seis dias no hospital e criava assunto, conversava comigo mesmo.” Em 27 de maio, Mumuzinho usou as redes sociais para prestar homenagem ao produtor João Paulo, que morreu devido a complicações causadas pelo coronavírus. “Hoje me despeço de um grande amigo que acaba de partir. Acho que ainda não consigo acreditar que você se foi. Meu coração está de luto, fico aqui com as nossas melhores lembranças.”


Mariano (@mariano)

O sertanejo de 33 anos, que faz dupla com Munhoz, foi diagnosticado com o vírus em março. Ele usou as redes sociais para divulgar o resultado do exame. Mesmo na hora de dar a notícia aos fãs, Mariano não perdeu o bom humor. "Tarde, meu povo. Seguimos aqui nos cuidados, mas vou falar um trem pro 'ceis': ou eu tô bruto demais ou eu peguei um 'coronga' filhotinho", brincou, ao se referir ao fato de ter tido sintomas leves da doença. Em 22 de abril, ele divulgou pelas redes sociais um vídeo registrando o primeiro encontro que teve com a mãe, após estar livre do vírus. “Depois de mais de 100 dias longe ... O maior amor do mundo.” 

Luisa Mell(foto: SBT/Divulgação)
Luisa Mell (foto: SBT/Divulgação)

Luisa Mell (@luisamell)

Em março, a influencer e ativista da causa animal foi às redes sociais para contar aos seguidores que ela é o marido haviam contraído o vírus e desenvolveram pneumonia, em decorrência dele. Luiza, de 41, aproveitou a postagem para alertar as pessoas sobre a importância de se cuidarem e a gravidade da doença. O marido da ativista chegou a ficar gravemente doente e precisou ser internado. Em 15 de abril, também pelas redes sociais, ela anunciou que os dois já estavam curados. Luisa contou em entrevista ao portal UOL que a dificuldade para respirar foi o sintoma mais marcante que teve. Ela também falou sobre o impacto da doença na saúde psíquica. "O desgaste emocional foi enorme. E, com toda essa situação, ainda ver as pessoas minimizando a doença foi terrível.”


Di Ferrero (@diferrero)

O ex-vocalista da banda NX Zero, de 35 anos, foi um dos primeiros famosos brasileiros a serem diagnosticados com o vírus. Em 12 de março, ele divulgou o resultado positivo do exame. Di Ferrero utilizou as redes sociais para agradecer o carinho dos fãs e aconselhá-los a ficar em casa e se cuidarem. “Postando aqui pra agradecer muitas mensagens e dizer que agora o importante é ter calma e todo mundo se cuidar e cuidar um do outro.” Logo após ter se recuperado do vírus, ele lançou a música Vai passar, que trata do período de pandemia e isolamento social. “Um som pra acalmar / Pra crescer e se aceitar / E se pra cuidar um do outro / hoje estamos longe de todos / Pra amanhã nos vermos de novo / Nós não precisamos de muito / Não se entregue, se doe pro mundo / Escute uma voz lá no fundo / Vai passar”, diz a letra da canção, que está disponível nas plataformas de streaming.


*Estagiária sob a supervisão da editora Silvana Arantes


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade