Publicidade

Estado de Minas ANTENA

Ney Matogrosso narra série inspirada na obra de Manoel de Barros

Produção infantil 'O menino que engoliu o sol' aborda de forma poética o Pantanal e a relação do homem com a natureza


14/09/2020 04:00 - atualizado 13/09/2020 20:38

(foto: TV BRASIL/DIVULGAÇÃO)
(foto: TV BRASIL/DIVULGAÇÃO)

Com narração do cantor Ney Matogrosso (foto) e inspirada na obra do poeta Manoel de Barros, a série infantil O menino que engoliu o sol estreia nesta segunda-feira (14), às 7h45, na TV Brasil. A animação abre a faixa de programação da emissora pública com recursos de acessibilidade para as crianças. No ar de segunda a sexta-feira, sempre no mesmo horário, a série tem 13 episódios. O menino que engoliu o sol aborda de forma poética o Pantanal e a relação do homem com a natureza.

• • •

O universo lírico de Manoel de Barros, a pintura de Martha Barros e o mito do fogo na cultura indígena guató também são temáticas que aparecem nessa livre adaptação da obra do poeta. No seriado, Manoel vivencia diversas experiências e aprende uma lição sobre o que fazer com as emoções e a importância do equilíbrio no universo. Natural do estado, Ney Matogrosso aproveitou o conhecimento de longa data da região para incluir suas vivências. Com sua amplitude vocal, o cantor e compositor possibilitou a interpretação de vários personagens. O artista ainda cantarolou canções que ele ouvia do avô durante a infância.

HUMANOS DE NEGÓCIOS
FINANCIAMENTO COLETIVO

O que têm em comum Luiz Seabra (fundador da Natura), Safia Minney (pioneira do movimento de fair trade na indústria da moda), Adriana Barbosa (fundadora da Feira Preta) e Ilona Szabó (cientista política que liderou a campanha de desarmamento no Brasil)? Para o jornalista Rodrigo V. Cunha, são pessoas dedicadas a transformar o mundo dos negócios em um lugar mais consciente e inspirador. As experiências e as trajetórias desses profissionais e de outros 22 nomes estão reunidas no livro Humanos de negócios, com lançamento previsto para novembro pela Editora Voo. A campanha de financiamento coletivo para a publicação da obra vai até 10 de outubro, na plataforma Benfeitoria (https://benfeitoria.com/humanosdenegocios).
(foto: Páginas Editora/DIVULGAÇÃO)
(foto: Páginas Editora/DIVULGAÇÃO)

LIVE DO DIA
CONTOS EMBARALHADOS

O livro infantil Contos embaralhados (foto), de Juliene Mattos e Cláudia Palhares, será lançado nesta segunda (14), às 19h, durante uma live no Instagram da Páginas Editora (@paginas_editora). Na obra, as escritoras recriaram contos clássicos da literatura infantil, como Chapeuzinho Vermelho e Branca de Neve. Elas usam as personagens para explicar os gêneros textuais, de maneira leve e divertida. Após a live, o livro poderá ser adquirido por R$ 38.

FELIPE RIBEIRO
EP DE ESTREIA

Em seu EP de estreia, Despedida, produzido durante a pandemia do novo coronavírus, Felipe Ribeiro reflete sobre a natureza cíclica, de fins e recomeços, em relações interpessoais e em seu próprio processo de descobrimento e autoconhecimento. O multi-instrumentista de 22 anos é natural de Brasília, mas fez de Minas Gerais seu lar. O trabalho do cantor e compositor é influenciado pelo movimento emo dos anos 1990. Despedida, lançado pelo selo musical independente Lucas Bitencourt Records, está disponível em todas as plataformas de streaming.

BONI
NO RODA VIVA 

Nesta segunda-feira (14), a partir das 22h, o Roda Viva entrevista José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, considerado responsável por reinventar o modo de se fazer televisão no Brasil, ao estabelecer a grade de programação da Globo e as diretrizes de sua dramaturgia. Boni começou sua carreira trabalhando no rádio e atuou na rádio Roquete Pinto e nas TVs Tupi e Excelsior, antes de assumir o comando da Globo. O Roda Viva vai ao ar pela TV Cultura.

(foto: LIKE/DIVULGAÇÃO)
(foto: LIKE/DIVULGAÇÃO)

LUTA INDÍGENA
DOCUMENTÁRIO NA AMAZÔNIA

Amazônia sociedade anônima (foto), documentário dirigido, roteirizado e produzido por Estevão Ciavatta, mostra a rotina e os desafios vividos por índios da região amazônica. O filme está disponível no GloboPlay e no Canal Brasil. Nesta segunda (14), à 0h, o canal Like apresentará especial sobre a produção. No filme, índios e ribeirinhos da região se unem, sob a liderança do cacique Juarez Saw Munduruku, para combater uma máfia de roubo de terras e o desmatamento ilegal da floresta. O longa também será exibido pelo Like nesta quarta (16) e na sexta (18), sempre à 0h.

BUSCA POR LIBERDADE
ESTREIA DE FOR LIFE

Com produção-executiva do rapper 50 Cent, a série For life estreia nesta segunda-feira (14), às 21h30, no Paramount Network. A trama conta o drama de Aaron Wallace, um homem que acaba condenado à prisão perpétua por um crime que não cometeu. Injustiçado por um sistema racista e seletivo, o personagem se forma e trabalha como advogado enquanto está encarcerado, com o intuito de combater a própria condenação e provar a sua inocência.

(foto: CANAL CURTA!/DIVULGAÇÃO)
(foto: CANAL CURTA!/DIVULGAÇÃO)

MEU TEMPO É HOJE 
DOCUMENTÁRIO SOBRE PAULINHO DA VIOLA

Meu tempo é hoje, roteirizado por Zuenir Ventura e dirigido por Izabel Jaguaribe, relata a vida e a obra do cantor, compositor e instrumentista Paulinho da Viola (foto). O documentário registra a rotina discreta que o sambista leva fora dos palcos, suas influências musicais, suas manias e o modo como encara o passar do tempo e o envelhecimento. Marina Lima, Elton Medeiros, Zeca Pagodinho e Marisa Monte são alguns dos artistas que participam do filme, que será exibido nesta segunda (14), às 22h30, no Curta!.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade