Publicidade

Estado de Minas INSTRUMENTAL

Choro é o melhor remédio contra a COVID-19

Todos os dias, a saxofonista Daniela Spielmann toca chorinho na janela de seu apartamento, em Copacabana. Ela e a pianista Sheila Zaguri acabam de lançar disco dedicado à obra de Jacob do Bandolim


postado em 12/05/2020 04:00

A pianista Sheila Zaguri e a saxofonista Daniela Spielmann fazem homenagem a Jacob do Bandolim(foto: Clau Pomp/Divulgação)
A pianista Sheila Zaguri e a saxofonista Daniela Spielmann fazem homenagem a Jacob do Bandolim (foto: Clau Pomp/Divulgação)

Homenagear o compositor e instrumentista Jacob do Bandolim (1918/1969). Esse foi o propósito da saxofonista Daniela Spielmann e da pianista Sheila Zaguri, parceiras há mais de 20 anos, que acabam de lancar o disco Entre mil... Você! (Kuarup), disponível nas principais plataformas digitais.

A dupla reuniu um time de talentos: Almir Côrtes (bandolim), Soraya Ravenle (voz), Catherine Bent (violoncelo), Clarice Magalhães (pandeiro e caixa de fósforo), Roberta Valente (pandeiro), Rodrigo Villa (baixo) e Xande Figueiredo (bateria).

“A gente já está há muito tempo tocando Jacob, que tem muita música boa. Em 2014, resolvemos transformar o nosso repertório em CD, mas buscando arranjos diferentes, com variações, refazendo cada música tanto harmonicamente quanto musicalmente. A ideia era lançá-lo em 2018, na comemoração do centenário de nascimento do Jacob, mas o projeto atrasou”, conta Daniela.

Com a chegada da quarentena e o adiamento da agenda de viagens da dupla, foi possível concluir o disco. Fã de choro, Daniela Spielmann conta que as duas gravaram, em 1998, o disco Mulheres de Pixinguinha. De agora para a frente, a saxofonista e a pianista pretendem lançar outros álbuns nessa mesma linha.

A quarentena trouxe desafios para as duas instrumentistas, que costumam se apresentar em bares. “Temos de reelaborar nossas carreiras”, comenta a saxofonista. “É uma reconstrução, o que não veio de agora. Houve a quebra das gravadoras, o fim do CD e o impacto da internet. Todos têm de se reinventar”, diz ela.


JANELA

Nestes tempos de pandemia, Daniela Spielmann participa de um projeto especial, o Choro na Janela. Às 18h, instrumentistas se apresentam para os vizinhos. “São 10 pessoas no mundo todo. A gente combina um repertório de chorinho e toca. As janelas ficam cheias de gente. Moro na área interna de um edifício e todos os dias tenho público”, conta.

A iniciativa vem amenizar um pouco o sacrifício do isolamento social. “Está muito legal, é também uma maneira divertida de a gente se conectar. Também tenho preparado vídeos com amigos. Continuo dando aulas particulares, cuidando da casa e de um monte de coisas. Sigo à risca a quarentena, uma vez que Copacabana, bairro onde moro, está bem perigoso”, diz Daniela.

Para passar o tempo, a saxofonista lê, estuda e ouve música, além de acompanhar as lives dos colegas. Mas o futuro a preocupa. “A coisa está meio estranha, não sei como vai ficar. De repente, nosso trabalho terá de ser de outro jeito, não sei ao certo como faremos para gravar. Acredito que preparando o material em casa e mandando para as gravadoras”, especula.

Outra incógnita é a normalização da agenda de shows – eventos onde há aglomeração de pessoas. “Talvez aqueles ao ar livre voltem primeiro. Tenho também certa preocupação com os alunos, não somente os meus, mas de maneira geral. Como faremos para juntá-los novamente?”, questiona Daniela Spielmann.f

REPERTÓRIO

» Entre mil... Você!
» Receita de samba
» Naquela mesa/Benzinho
» Vibrações
» Bole-Bole
» Modinha
» Doce de coco
» O voo da mosca
» Migalhas de amor
» A ginga do Mané
» Santa morena

(foto: Kuarup/reprodução)
(foto: Kuarup/reprodução)


ENTRE MIL... VOCÊ!
• De Daniela Spielmann e Sheila Zagury
• Kuarup
• 11 faixas
• Preço sugerido: R$ 25
• Disponível nas plataformas digitais


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade