Publicidade

Estado de Minas

Banda Paz-me lança single para plataformas digitais

A vida é um sopro festeja os 20 anos do grupo mineiro, cuja criação fica entre o pop e a MPB


postado em 23/03/2020 04:00

A banda Paz-me lança A vida é um sopro para as plataformas digitais: canção entre o pop e a MPB (foto: Scott Ferreira/Divulgação)
A banda Paz-me lança A vida é um sopro para as plataformas digitais: canção entre o pop e a MPB (foto: Scott Ferreira/Divulgação)
Um convite para refletir sobre o que é mais importante na vida e também aproveitar para curti-la ao máximo. Este é o tema da letra da canção A vida é um sopro, composta por Charles Galvani, com letra do escritor Leandro Neves, cujo single, gravado pelo trio mineiro Paz-me, está sendo lançado nas plataformas digitais. Além de Galvani (baixo), fazem parte do grupo os músicos Raufe Pereira (violão e voz) e Scott Ferreira (bateria). O clipe da música tem lançamento marcado para 2 de abril.

Surgido no ano de 2000 em forma de quarteto, o Paz-me resolveu dar um tempo em 2005, voltando em 2017. “A nossa ideia sempre foi a de fazer música brasileira sem compromisso com tendências e estilos”, garante Galvani. Ele lembra que, em 2004, a banda lançou o seu primeiro EP, com cinco músicas autorais e uma releitura.

Em 2010, o grupo participou da Coletânea do selo Membrana com as músicas Aqui não cai não e Hoje você vai comigo. “Naquele mesmo ano gravamos o nosso primeiro videoclipe, que teve a produção da 3 Macacos Filmes. As locações foram feitas nas cidades de Belo Vale e Moeda”, lembra Galvani. Em 2014, a banda lançou seu primeiro CD, Casa de roça, masterizado por Ricardo Garcia no estúdio carioca Magic Máster.

Galvani conta que, em 2018, o Paz-me juntou-se ao produtor musical Cris Simões, do Pacific Áudio Studio, e lançou o single e o videoclipe Do circo. “Em agosto daquele mesmo ano, essa música ficou em terceiro lugar no IX Festival da Canção de Lagoa Santa. E, em fevereiro do ano passado, lançamos o single Pra dois”. Agora, comemorando os nossos 20 anos de fundação, o single A vida é um sopro foi lançado.

O músico ressalta que, desta vez, o trio resolveu gravar de uma maneira mais acústica. “Eu fiz a canção, e o Leandro, a letra. Feito o arranjo, gravamos com instrumentos como ukulele, violão, contrabaixo acústico e cajón. Poderia dizer que a canção é um pop, mas acredito que ela esteja mais para MPB. O foco era gravar uma música mais canção mesmo. Na verdade, eu tinha essa necessidade de experimentar e gravar em um estilo mais acústico, do jeito que a canção nasce, geralmente com voz e violão”.

Anteriormente, ele fazia a música ao violão, mas durante a gravação eram incrementados outros instrumentos, como guitarras, bateria, teclados e baixo elétrico. “Nesta agora, A vida é um sopro, a gente pensou em fazer um trabalho mais canção, mais acústico, e acho que conseguimos encontrar o caminho. A letra é um convite a curtir a vida, festejá-la, uma vez que ela é curta. No clipe até envolvemos nossos familiares, que cantaram e festejaram conosco”. A produção é do aplicativo Som de bar. “Ficou muito bacana”, comemora.

TENDÊNCIA 

A vida é um sopro foi gravada e masterizada no Pacific Áudio Studio por Cris Simões, que também participou tocando teclados. “Do ano passado para cá decidimos acompanhar a tendência do mercado e passamos a lançar singles e vídeos nas plataformas digitais. Então, a cada seis meses lançamos um. Começamos esse trabalho com o Cris e já lançamos três singles, sendo dois no ano passado e outro neste ano, todos com a produção dele”.

Galvani revela que já está com outra música pronta e que também será gravada no mesmo estúdio, com a produção do próprio Cris Simões e que deverá ser lançada no segundo semestre. “Estamos trabalhando música por música, fugindo um pouco desse padrão de CD cheio. Quanto tiver umas quatro ou cinco podemos lançar um EP. Como o clipe de A vida é um sopro deverá ser lançado ainda na primeira semana de abril, vamos, a partir desta semana, soltar alguns teasers”, antecipa.


Publicidade