Publicidade

Estado de Minas CULT...

Capitão Fracasso volta aos palcos com reflexão sobre a função do teatro

Espetáculo acompanha o percurso artístico e profissional de uma companhia mambembe e suas dificuldades frente a realidade


postado em 16/01/2020 04:00


O espetáculo Capitão Fracasso (foto), produzido pela Companhia de Teatro, volta ao Teatro da Cidade (Rua da Bahia, 1.341, Funcionários) nesta quinta (17), às 20h30. Inspirado no romance Le Capitain Fracasse, de Théophile Gautier, o espetáculo, escrito e dirigido por Luiz Paixão, acompanha o percurso artístico e profissional de uma companhia mambembe e suas dificuldades frente a realidade. “O espetáculo ao mesmo tempo em que discute a função do teatro, reflete sobre a situação do artista e as relações sociais a que está submetido”, esclarece Paixão. O texto realiza um percurso dramatúrgico em que cenas de grandes obras – Eurípides, Shakespeare e Molière – serão encenadas pelos atores da peça. Haverá sessões também nesta sexta (17) e sábado (18), às 20h, e domingo, às 19h. Ingressos: R$ 44 (inteira), R$ 22 (meia) ou R$ 20 nos postos Simparc ou pelo www.vaaoteatromg.com.br. Informações: (31) 3273-1050.

Verificação de cor

Wanatta Rodrigues

A exposição Verificação de cor (foto), que reúne nove telas da grafiteira e artista visual Wanatta Rodrigues, está em cartaz no Centro Cultural Lindeia Regina (Rua Aristolino Basílio de Oliveira, 445, Regina). As obras apresentam o retrato pictórico (gênero da pintura que objetiva representar a aparência visual do sujeito) como ferramenta de afirmação da identidade negra e periférica nos espaços urbanos. Fruto de experimentações cromáticas na busca pela tonalidade do olhar negro, a artista reinventa em suas obras os olhares periféricos e mistura técnicas que usam pastel seco, pastel oleoso e tinta spray sobre tela. Entrada franca. Informações: (31) 3277-1515.

Blues da Casa

Torta SHOW EM BH

A banda gaúcha Blues da Casa Torta (foto) promete contagiar os mineiros com seu blues autoral vibrante e cantado em português durante show nesta sexta-feira (17), a partir das 20h30, no REC (Avenida Getúlio Vargas, 809, Savassi). O grupo, que apresenta as experiências de se viver no Brasil contemporâneo por meio de suas letras, já tem dois discos lançados. A banda é formada por jovens de 20 e poucos anos que têm mostrado a potencialidade profissional. São eles: Bernardo Scarton (guitarra e voz), Filipe Siak (baixo) e Hamilton Felix (bateria).
Entrada franca. Informações: (31) 98405-3947.

CANTA E DANÇA

SELEÇÃO INFANTIL

A primeira edição do Festival Criança que Canta e Dança, que ocorre no Shoppping Onix Mall (Avenida Waldomiro Lobo, 55, Guarani), vai começar nesta quinta (17), às 19h, quando serão apresentados os inscritos e os jurados, além de iniciar a votação on-line. O vocalista Marco Túlio, da Banda Urbana 2, que faz sucesso como cover de Renato Russo, é um dos participantes do evento como jurado técnico. O objetivo do festival é revelar novos talentos infantis de Belo Horizonte nas categorias música, dança ou instrumental. As inscrições para participar da seleção podem ser feitas até as 12h de hoje. A segunda etapa será em 23 de janeiro e a final no dia 30. Informações e inscrições: Vera Santos (31) 99491-3239 ou Wagner Liberato (31) 98809-1251.

FESTIVAL GASTRONÔMICO

CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

A cidade histórica de Conceição do Mato Dentro se transforma em grande espaço de celebração da cultura gastronômica brasileira de sábado (18) a segunda (20), quando será realizada a segunda edição do Festival Cultura e Gastronomia Conceição do Mato Dentro, no Largo do Rosário, com presença de chefs de cozinha de todas as regiões do Brasil, além de aulas, degustações, cozinhas ao vivo, produtos locais e atrações artísticas. O evento é apresentado pelo Projeto Fartura – Comidas do Brasil. Entrada franca. Informações e programação: www.farturabrasil.com.br.

Leitura

Férias

O projeto Leitura de Férias será realizado na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (Rua dos Guaicurus, 50, Centro), nesta sexta (17), às 10h e às 15h, com a leitura de O pato, a morte e a tulipa, de Wolf Elbruch; e A quase morte de Zé Malandro, de Ricardo Azevedo. Dia 24, às 10h e às 15h, será a vez de Ceci e o vestido de Max, de Thierry Lenain;  e O vestido da mamãe, de Dani Umpi; e Meu amigo Jim, de Kitty Crowther. A mediação é de Rodrigo Teixeira. Informações: (31) 3277-8658.



Publicidade