Publicidade

Estado de Minas CULT

Cinema pernambucano ganha destaque em Belo Horizonte

Mostra Made in Pernambuco, em cartaz no MIS Cine Santa Tereza, vai exibir 36 produções de 25 realizadores, entre eles Karim Aïnouz, Kleber Mendonça Filho e Cláudio Assis


postado em 02/01/2020 04:00 / atualizado em 01/01/2020 18:29

Cena do filme O baile perfumado(foto: Fred Jordão/divulgação)
Cena do filme O baile perfumado (foto: Fred Jordão/divulgação)

 
MIS SANTA TEREZA
CINEMA PERNAMBUCANO

Até dia 31, o MIS Cine Santa Tereza recebe a mostra Made in Pernambuco, com 15 longas e 21 curtas e médias-metragens de 25 realizadores. Toda a programação é gratuita e traz a BH trabalhos do início da carreira de diretores consagrados – Kléber Mendonça Filho, Marcelo Gomes, Hilton Lacerda e Cláudio Assis, entre outros –, destacando também a obra de mulheres, as cineastas Katia Mesei, Clara Angélica, Cláudia Barroso e Sandra Ribeiro.

***

A seleção é caprichada, a começar por Baile perfumado 1996, de Lírio Ferreira, marco do Novo Cinema Pernambucano. Entre os títulos estão Madame Satã (2001), O céu de Suely (2008) e Viajo porque preciso volto porque te amo (2009), de Karim Aïnouz; Amarelo manga (2002) e Baixio das Bestas (2006), de Cláudio Assis; Cinema, aspirinas e urubus (2005), de Marcelo Gomes; Árido movie (2005) e Cartola (2007), de Lírio Ferreira, o último com codireção de Hilton Lacerda; e O rap do Pequeno Príncipe contra as almas sebosas (2000), de Paulo Caldas e Marcelo Luna.

***
Nesta quinta (2), às 19h30, o público poderá conferir os curtas A partida, de Sandra Ribeiro; Uma vida e outra, de Daniel Aragão; e Décimo segundo, de Leonardo Lacca. Sexta (3), no mesmo horário, vai passar o documentário Recife-Sevilha: João Cabral de Melo Neto, de Bebeto Abrantes, e os curtas Clandestina felicidade, de Marcelo Gomes, Recife de dentro pra fora, de Katia Mesei, e Soneto do desmantelo blue, de Claúdio Assis. A programação completa pode ser conferida na página do MIS Cine Santa Tereza no Facebook. O espaço fica na Rua Estrela do Sul, 89, Bairro Santa Tereza.
 
(foto: Angela Weiss/AFP)
(foto: Angela Weiss/AFP)
 
SHOWS
ASTROS NO BRASIL

Em 2020, artistas internacionais de várias gerações e estilos vêm ao Brasil. Duas estrelas da música pop estreiam no país, mas não há datas previstas para BH. Taylor Swift (foto), que fez show privado por aqui em 2012, chega a São Paulo em 18 e 19 de julho para se apresentar no Allianz Parque. Com 18 anos, a americana Billie Ellish tem chamado a atenção do mundo. Ela será a atração no mesmo local, em 30 de maio.


***
Em maio, Minas receberá o Kiss, em sua turnê de despedida Of the road. A temporada começa no dia 12, no Anfiteatro da Arena do Grêmio, em Porto Alegre, seguindo para Curitiba (14), São Paulo (16), Ribeirão Preto (17), Uberlândia (19) e Brasília (21). Em outubro, será a vez de Michael Bublé. A agenda se inicia em Porto Alegre, no dia 21, passando por Curitiba, no dia 23, São Paulo, no dia 25, e pelo Rio de Janeiro, no dia 28.

***

Outubro também será o “mês brasileiro” do inglês Harry Styles, conhecido por seu trabalho na banda One Direction. Dia 7, ele canta em São Paulo (Allianz Parque) e dia 9, no Rio (Jeunesse Arena). O repertório terá canções do álbum Fine line, que saiu em dezembro e já está no topo das paradas.
 
 
(foto: TV Brasil/divulgação)
(foto: TV Brasil/divulgação)
CORDEL
MULHERES EM DESTAQUE

Autoras da literatura de cordel que vêm quebrando paradigmas nesse universo tradicionalmente masculino são destaque desta quinta-feira (2), às 21h, no programa Caminhos da reportagem, exibido pela TV Brasil. Escritoras nordestinas, indígenas e negras têm chamado a atenção. É o caso de Auritha Tabajara (foto), a primeira indígena cordelista, Dalinha Catunda, integrante da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), e da jovem Jarid Arraes, autora das publicações do gênero mais vendidas na Flip 2019. O programa lembra também o pioneirismo de Maria das Neves Baptista Pimentel, que publicou o folheto O violino do diabo ou o Valor da honestidade, em 1938, na Paraíba.
 
NA TELINHA
FALABELLA E LEANDRA

O Canal Brasil exibe dois filmes dirigidos por nomes de destaques da TV: Miguel Falabella e Leandra Leal. Nesta quinta (2), às 22h05, a atração será Polaroides urbanas, longa de Falabella sobre mulheres de classe média em crise. Amanhã, às 23h15, será a vez do documentário Divinas divas, de Leandra, sobre a trajetória dos travestis Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios, destaques no palco do Teatro Rival, mantido pela família da atriz e cineasta, que é filha de Angela Leal e neta do produtor cultural Américo Leal.
 
 
TEATRO
INSCRIÇÕES

Até 31 de janeiro, a Escola de Teatro PUC Minas recebe inscrições para os cursos Processo profissionalizante, Iniciação teatral para adolescentes e adultos, e Especial de montagem. As aulas serão ministradas no primeiro semestre. As inscrições podem ser feitas por meio do site www.pucminas.br/escoladeteatro ou na secretaria da instituição, que fica no Prédio 20 do câmpus Coração Eucarístico, com entrada pelo acesso 9/Avenida 31 de Março. Informações: (31) 3319-4014 e escoladeteatro@pucminas.br  


Publicidade