Publicidade

Estado de Minas

Há 30 anos, a série Os Simpsons estreava no Natal

Primeiro episódio, 'Simpsons roasting on an open fire', mostra Bart fazendo bico como Papai Noel para comprar os presentes da família


postado em 20/12/2019 04:00

O especial Simpsons roasting on an open fire marcou a estreia de Bart e Homer(foto: FOX/DIVULGAÇÃO)
O especial Simpsons roasting on an open fire marcou a estreia de Bart e Homer (foto: FOX/DIVULGAÇÃO)
Nestes tempos em que comédias natalinas, como a exibida pelo grupo Porta dos Fundos na Netflix, provocam confusões nas redes sociais e debates nas esferas jurídicas, é curioso lembrar que o primeiro episódio de Os Simpsons, em 17 de dezembro de 1989, foi justamente um especial de Natal.

Simpsons roasting on an open fire, na verdade, deveria ser o oitavo episódio da primeira temporada, mas devido a problemas de animação de Some enchanted evening (o capítulo inicial produzido do programa), coube ao especial de Natal marcar a estreia da animação.

Homer descobre que não receberá o bônus de Natal na indústria nuclear onde trabalha, enquanto Marge precisa usar todas as economias guardadas para as festas de fim de ano numa cirurgia a laser para eliminar a tatuagem que Bart começou a fazer. Ele ia escrever “Mother”, mãe, em um coração no seu braço, mas Marge chega antes do fim e o que termina escrito é “Moth”, mariposa. A cirurgia de remoção a laser é um dos grandes indicativos de como a série se desenvolveria nos 30 anos seguintes.

Para conseguir dinheiro para os presentes de Natal, Homer arranja emprego temporário como Papai Noel de shopping. Quando Bart vai visitar o bom velhinho (e tenta arrancar sua barba, depois de uma aposta com Millhouse), descobre que ele é Homer e o patriarca explica a situação. Bart, então, diz: “Pai, tudo bem. Se você se rebaixou tanto por nós, é sinal de que nos ama mesmo”.

O problema é que Homer recebe apenas US$ 13 (líquidos) pelo trabalho, e bem na noite de Natal. O bebum Barney leva pai e filho para uma corrida de cachorros – Homer aposta suas 13 pratas no Santa's Little Helper (Ajudante de Papai Noel). Prevendo um milagre de Natal, a confiança é enorme. Mas, claro, o cachorro chega em último. Insatisfeito com a performance do cão, o dono o manda embora. Homer pega o bichinho no colo e o leva para casa, dando final feliz ao primeiro Natal dos Simpsons.

O criador da série, Matt Groening, teve a ideia dos Simpsons como esquetes do The Tracey Ullman show, produzido por seu amigo James L. Brooks. Os primeiros rascunhos apresentam muitas diferenças no desenho e foram exibidos em 1987.

FOX 
Em 1989, porém, um time de produtores bancou a ideia e os episódios começaram a ser animados e exibidos pela Fox. Brooks acrescentou ao contrato a cláusula que impedia a rede de alterar o conteúdo da série. Groening chegou a afirmar que sua ideia era oferecer entretenimento de qualidade e não “o lixo” a que as pessoas estariam acostumadas na TV.

A Fox encomendou 13 episódios para a primeira temporada de Os Simpsons. O primeiro foi escrito por Mimi Pond, dirigido por David Silverman, teve storyboard de Rich Moore e desenhos de Eric Stefani (irmão da cantora Gwen Stefani).

Simpsons roasting on an open fire foi indicado a dois prêmios Emmy, o de melhor animação com menos de uma hora e o de edição em animação/especial, mas perdeu para o nono episódio da mesma atração, Life on the Fast Lane.

Os Simpsons se tornou o seriado mais longevo da história da TV americana na categoria programas roteirizados, com 31 temporadas e 672 episódios. Também foi eleito pela revista Time como a melhor série de TV do século 20.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade